CELEBRIDADES

Cinco megeras que não mereceram presente de Dia das Mães

May 14, 2018 23:03

O Dia das Mães tem sido marcado por diversas homenagens nas redes sociais àquelas que são motivo de exemplo para todos os seus filhos. As homenagens que encheram as páginas das pessoas estavam repletas de fatos relevantes da vida de cada uma delas, que incluem superações de dificuldades e por aí vai.

Só que no mundo da televisão, nem todas as mães são exatamente motivos de exemplo nem para seus filhos, nem para quem as conhecem. Algumas personagens de novela, aliás, são exemplo do que não fazer.

Abaixo você confere cinco dessas mães que “jamais deveriam ter um filho”:

1 – Caminha (Avenida Brasil – 2012)

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Barraco daqueles! Marquezine e Marina Ruy Barbosa deixam amizade de lado protagonizam uma briga daquelas

Talvez uma das vilãs mais famosas da atualidade, Carminha (Adriana Estevez) nunca demonstrou um pingo de amor pelos filhos, muito menos pelo restante do elenco da novela Avenida Brasil. Um deles (Jorginho – Cauã Reymond), inclusive, foi largado num lixão.

2 – Barbara (Sangue Bom – 2013)

Essa daqui talvez não esteja tão marcada na nossa memória, mas também faz parte do hall de péssimas mães. A personagem Barbara, interpretada por Giulia Gam teve a moral de adotar cinco crianças, mas não porque ela queria ser mãe e, sim, porque ela era uma atriz decadente que queria aparecer como uma pessoa generosa.

3 – Sophia (O Outro Lado do Paraíso – 2018)

O que dizer sobre a megera Sophia (Marieta Severo) de O Outro Lado do Paraíso? Mãe de Gael, Lívia e Estela, essa personagem mostrou não ter nem uma vírgula de amor pelos filhos. Sempre interessada em tirar vantagem de tudo e de todos, para conquistar a mina de esmeraldas, Sophia chegou a manipular Lívia e chamar Estela de aberração, pelo fato dela ter nascido com nanismo.

4 – Barbara (Da Cor do Pecado – 2004)

Talvez o nome Barbara seja sinônimo de “mãe megera” para os autores de novela. No folhetim Da Cor do Pecado, Barbara (Giovanna Antonelli) engravidou de seu amante, mas afirmou que a criança era fruto do relacionamento dela com seu marido, só para pegar a herança. Pensando apenas na grana, ela nunca mostrou se importar com o filho, chegando até mesmo a xingá-lo.

5 – Marta (Páginas da Vida – 2006)

Talvez uma das mães mais sem sentimentos de toda a história, Marta (Lília Cabral) foi mãe de Nanda (Fernanda Vasconcellos), que engravidou durante o intercâmbio e quando voltou ao país foi humilhada pela megera. Após uma briga, Nanda foi atropelada e morreu logo depois de dar à luz um casal de gêmeos.

Ao ver que um deles tinha Síndrome de Down, Marta não pensou duas vezes antes de rejeitar a criança.

Fonte: Notícias da TV

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: A ficha ainda não caiu! Xuxa faz desabafo emocionante em seu primeiro Dia das Mães sem Dona Alda: “Ela não morreu no meu coração e nem na minha alma”