CELEBRIDADES

O dia em que a Princesa Diana visitou um bar LGBT vestida como um homem, acompanhada de Freddie Mercury

November 19, 2018 15:14

Em 2 de novembro, o mundo finalmente assistiu à tão aguardada estreia do filme Bohemian Rhapsody sobre a carreira do lendário cantor Freddie Mercury. Infelizmente, os críticos não acharam o filme perfeito e fizeram algumas observações pertinentes.

No entanto, a atmosfera surpreendente do filme agradou a maioria dos fãs. Mesmo que muitos pensem que fale sobre a biografia de Freddie, na verdade, é um longa que conta a história do Queen como banda.

Rami Malek, o ator americano de origem egípcia, interpretou o papel principal no filme. Ele conseguiu incorporar o comportamento de Freddie perfeitamente e até aprendeu alguns dos gestos quase imperceptíveis do cantor!

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Vazam as gravações em que Princesa Diana fala sobre como confrontou o Príncipe Charles e suas traições!

O filme conta a história da carreira do lendário artista. Você sabia que ele trabalhava como um simples carregador no Aeroporto de Londres? A principal peculiaridade de Freddie estava no pensamento amplo, permitindo que estivesse um passo à frente de seus colegas. Enquanto trabalhava nos primeiros álbuns e ainda era pouco conhecido, ele não apenas pensava em conquistar o Reino Unido; ele sonhava em conquistar o mundo inteiro!

gettyimages

Como bem sabemos, Freddie alcançou seu sonho. Sua paixão pela música e incríveis apresentações funcionaram perfeitamente para isso. Em poucos anos, ele se tornou popular em todo o mundo. Com o crescente reconhecimento de Freddie, seu círculo de amigos também se expandiu na mesma proporção. No entanto, quase ninguém sabia que a Princesa Diana era uma de suas companheiras mais próximas.

gettyimages

Diana e Freddie começaram a amizade nos anos 80. A princesa gostava de assistir as apresentações do Queen. Juntamente com Freddie, eles se reuniam para discutir as últimas notícias com uma xícara de chá ou algo mais forte.

gettyimages

Informações mais detalhadas sobre a relação entre Diana e Freddie podem ser encontradas nas memórias de Cleo Rocos. Ela é uma atriz comediante britânica e certa vez passou uma noite com as duas celebridades no final dos anos 80, vários anos antes de Charles e Diana se divorciarem.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Há 21 anos nos despedíamos de Princesa Diana. Relembre histórias e veja o legado da mulher mais influente do Século XX!

gettyimages

Cleo mencionou como ela, Freddie e outras amiga ajudaram Diana a vestir roupas masculinas para então irem a um bar LGBT. Cleo e sua amiga queriam impedir Diana. Elas repetiam que, no dia seguinte, a princesa estaria estampada nas capas de todas as revistas do Reino Unido. No entanto, Freddie sugeriu que todos relaxassem e garantiu que não haveria problemas.

Quando entramos... sentimos que ela era obviamente a Princesa Diana e seria descoberta a qualquer momento. Mas as pessoas pareciam apenas ignorá-la. Ela meio que desapareceu. Mas ela adorou.

gettyimages

Esta história veio a público em 2013, muitos anos após a morte dos dois ídolos. Apenas pense sobre isso, Diana e Freddie tinham muito em comum: ela se sentia desconfortável em meio à sociedade britânica e ele se considerava um estranho nesse mundo. É uma pena que os destinos dos dois tenham se separado de forma tão rápida e trágica!

Você já ouviu essa história? Na sua opinião, por que Diana queria visitar um bar LGBT?

Compartilhe suas opiniões conosco nos comentários.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Freddie Mercury e Mary Austin: A mulher que permaneceu ao lado do ícone durante a doença terminal e as dificuldades da carreira