Menina teve sua primeira menstruação no ônibus e a forma como seu amigo lidou com isso é digna de aplaudir de pé!

Inspiração

December 4, 2018 19:00 By Fabiosa

Desde a infância, os pais incutem certos padrões de comportamento na cabeça de seus filhos. Os meninos são criados como provedores e protetores, as meninas como boas esposas e mães. Embora os tempos estejam mudando, levará ainda mais do que alguns anos para que todos esses estereótipos sejam quebrados.

Antes de atingir a puberdade, as crianças de ambos os sexos são praticamente as mesmas em termos de condições físicas. Apenas anos depois é que as diferenças se tornam mais perceptíveis.

Dejan Dundjerski / Shutterstock.com

No entanto, cada pessoa é uma individualidade, algo único, por isso não podemos julgar todos pelo mesmo critério. Há garotos de aparência não atlética e há garotas que podem até mesmo dar a qualquer um de seus adversários uma vantagem inicial em jogos e em algumas atividades esportivas. É algo que as crianças precisam entender, mas antes de mais nada, isso serve para aqueles adultos que exigem que crianças sigam certos padrões que não fazem o menor sentido.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Pais ficavam perplexos porque sua bebê conseguia fugir do berço todas as noites, até que uma câmera revelou o plano mirabolante!

No limiar da adolescência, meninos e meninas já devem possuir algumas habilidades e entender seus papéis na sociedade; mas nessa idade, eles geralmente possuem pouco ou nenhum conhecimento em termos de educação sexual. A educação sexual começa em casa quando os pais contam às crianças sobre a estrutura de seus corpos e sobre o sexo oposto.

Os adultos muitas vezes se concentram em protegê-los contra problemas de natureza fisiológica, através do medo e das proibições, tais como: alertar sobre os perigos das Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) e do aborto, mas geralmente omitem os aspectos emocionais da vida adulta.

Nas escolas, as aulas de educação sexual são algumas vezes conduzidas separadamente para meninas e meninos. No entanto, Bonnie Rough, autora de um livro sobre educação sexual para crianças, em um ensaio para o The Washington Post, sugeriu que aulas conjuntas poderiam ajudar as crianças a entender melhor determinados aspectos dos relacionamentos.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Você sabe quando uma criança precisa de ajuda? Entenda quais os sinais mais claros de abuso infantil

Um usuário do Reddit compartilhou uma história que aconteceu com sua filha, que serve como um ótimo exemplo de educação sexual. Sua filha teve o início de menstruação durante o retorno de ônibus para casa. Um menino, um ano mais velho do que ela, puxou-a para o lado e a contou, em voz baixa, sobre uma mancha vermelha na parte de trás das calças dela. Ele insistiu que ela amarrasse o suéter ao redor da cintura para caminhar do ônibus para casa.

Caso você seja a mãe desse garoto ... Eu quero dizer obrigado e que você está criando muito bem ele !! Ouvimos tantas coisas ruins sobre a juventude de hoje e quis compartilhar algo positivo!

fizkes / Shutterstock.com

Se não fosse por ele, a garota teria sido ridicularizada. Quem sabe o que esse trauma emocional poderia ter causado no desenvolvimento da personalidade da garota? Compreender as diferenças fisiológicas entre os sexos e o modo como os corpos masculino e feminino são, não é menos importante do que a consciência da responsabilidade e as possíveis consequências da intimidade, não é verdade? O que você acha, com que idade as crianças precisam aprender isso?

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Se aprendermos as verdadeiras razões do sequestro, será mais fácil proteger nossos filhos


O material deste artigo é destinado apenas a fins informativos e não substitui o conselho de um especialista devidamente habilitado.