FAMÍLIA & CRIANÇAS

1 caso em 200 Milhões: Estes trigêmeos idênticos venceram todas as probabilidades

October 10, 2018 00:34

Enquanto eles são uma raridade, você provavelmente já se deparou com um par de gêmeos idênticos em algum momento. Mas você já viu trigêmeos idênticos? 


Acontece que esse fenômeno é extremamente raro: um caso a cada 200 milhões para ser exato. Então, você pode imaginar o choque desta mãe quando foi confirmado que seus trigêmeos não eram apenas parecidos, eles eram geneticamente idênticos.

Desde que seus bebês, Roman, Rocco e Rohan nasceram, Becki-Jo Allen, de 23 anos foi informada por muitas pessoas que os bebês naturalmente concebidos se pareciam muito. 

Ela nunca deu muita atenção a isso, principalmente depois que ela foi informada pelos médicos que não era muito provável que os trigêmeos fossem idênticos.

No entanto, com o passar do tempo ela começou a ver as semelhanças em seus traços e sentiu a necessidade de ter certeza. 

Becki contatou a Fundação de Múltiplos Nascimentos e lhe disseram que a única maneira de saber com certeza se os trigêmeos eram realmente idênticos era um teste de DNA. 
 
A mãe mandou as amostras e os resultados acabaram provando que as crianças eram de fato, idênticas.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Inaceitável! Bebê morre minutos depois de ser batizado e o vídeo do ato violento está horrorizando o mundo inteiro!

Apesar de suas semelhanças faciais, Becki disse que não tinha problema em diferenciá-los. De acordo com a mãe ela sempre conseguia descobrir quem era quem, principalmente através de suas personalidades (que são bem diferentes).

A matriarca da família, que também tem uma filha de três anos de idade, chamada Indiana, ficou bastante chocada quando lhe disseram durante um ultrassom que estava grávida de trigêmeos. 

Agora ela não pode imaginar sua vida de outra maneira. Ela revelou que Indiana se apaixonou completamente pelos trigêmeos e está feliz em ajudar sempre que possível. 
 

 

Certamente, lidar com as quatro crianças deve ser um pouco desafiador às vezes, mas apostamos que olhar para os rostos destas gracinhas todos os dias torna as coisas muito mais fáceis de lidar. 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Ele ficou 6 anos sem falar, até que uma médica descobriu que um problema banal quase o fez passar a infância em silêncio