CELEBRIDADES

Personagens inesquecíveis: Porcina, a viúva mais irreverente da televisão brasileira, ficou na lembrança dos brasileiros 33 anos depois

January 19, 2018 13:23

“Eu gosto de muito enfeite, balangandã, muito brilho e, muita flor!”. Quem se lembra da divertida viúva Porcina? Ela era bem extravagante. Geralmente, usava um lenço colorido na cabeça, muita maquiagem e muitas joias.

Seu sotaque forte e suas gargalhadas conquistaram o coração dos brasileiros na novela Roque Santeiro, transmitida com sucesso histórico há 33 anos.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Personagens inesquecíveis: Escrava Isaura

A viúva Porcina foi representada pela talentosa Regina Duarte. A história da protagonista se mistura com a própria novela. Porcina não nasceu em berço de ouro, mas sempre foi muito inteligente e intuitiva, que o fez “vencer na vida”.

Começou como balconista e na novela ela conta que foi neste trabalho que conheceu Roque, personagem representado por José Wilker.

Ela ganhou fama e prestígio ao espalhar para todos que havia se casado com Roque Santeiro logo que se conheceram e a história era de que ele havia morrido dias antes de voltar para a cidade de Asa Branca.

No papel de viúva, foi acolhida pelo coronel, o Sinhozinho Malta, personagem de Lima Duarte. Eles viraram amantes e tinham muitas brigas e reconciliações.

A viúva Porcina ficou rica, era dona de uma das maiores fazendas e fazia questão de ostentar sua riqueza.

Curiosidade da novela: a primeira versão da novela, em 1975, teria a atriz Betty Faria interpretando a viúva Porcina e Francisco Cuoco seria o Roque Santeiro. Mas a novela foi censurada com o argumento de que representava uma ofensa à moral e aos bons costumes.

Dez anos depois, Betty Faria e Francisco Cuoco não quiseram mais interpretar os personagens. Para a vaga de viúva, foram sondadas grandes atrizes, mas foi Regina Duarte quem brilhou diante da personagem e da música “Dona”, de Roupa Nova.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ:  Personagens inesquecíveis: Sinhozinho Malta, da novela Roque Santeiro, marcou uma época e deixou saudade