CELEBRIDADES

Por onde anda Luiz Caldas? Longe das TV mas produzindo muito, o "pai do Axé" já gravou discos de tango, sertanejo e até heavy metal

December 13, 2017 23:40

Poucos artistas podem se gabar de ter um repertório tão diversificado quanto Luiz Caldas. Considerado o "pai da Axé Music", ele despontou nos anos 1980 e lançou sucessos que estão até na boca do povo até hoje, como "Tieta" e "Haja Amor". Seu som era tão inovador e circulava por tantos gêneros, que era difícil rotular. Desse anseio de criar e inventar novas experiências sonoras nasceu "Fricote" (1985), música que deu o pontapé inicial da Axé Music.

O menino pobre de Feira de Santana, Bahia, ganhou o Brasil e marcou presença nos programas mais importantes da década de 1980. Em 20 anos, lançou 12 álbuns e vendeu quase dois milhões de cópias. Quem acha que ele abandonou a carreira por estar afastado da televisão, não poderia estar mais equivocado. Luiz Caldas mantém uma produção frenética de músicas inéditas no estúdio da sua casa, em Salvador (BA), e disponibiliza mais de 490 canções em seu site oficial.

VEJA TAMBÉM: Por onde anda Lucélia Santos? Só neste ano, a eterna Escrava Isaura foi avó, estreou um monólogo de sucesso e ministrou alguns workshops para atores principiantes

A mesmice, definitivamente, não é a praia desse cantor. Prova disso é que, apesar de ser conhecido como "o pai do Axé", ela já lançou discos inteiros dedicados ao heavy metal, tango, forró, sertanejo e música instrumental.

A indústria fonográfica tradicional enveredou por um caminho que parece não ter mais espaço para um artista como Luiz Caldas, mas os fãs saudosistas podem se deliciar com seus inúmeros álbuns lançados nos últimos anos.

Com certeza, é um nome que não vai cair no esquecimento. Para tomar consciência da sua importância na história da música popular brasileira, basta lembrar que ele é o cara que inaugurou o movimento que lançou estrelas como Ivete Sangalo e Claudia Leitte.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Por onde anda Tereza Seiblitz? A cigana Dara volta às telinhas, mas a atriz dedica boa parte do tempo aos filhos e à literatura