Duas farsas que todo mundo jura que são verdade mostram como é fácil acreditar em mentiras da Internet

Duas farsas que todo mundo jura que são verdade mostram como é fácil acreditar em mentiras da Internet

Animais

September 28, 2018 01:10 By Fabiosa

Dizem que a Internet é terra de ninguém e, de certo modo, quem faz essa afirmação está um pouco certo. Se na vida real já é difícil sabermos de cara quando uma história que chega até nós é mentira ou não, imagine então numa terra sem leis como é o caso das redes sociais?

A prova disso é que, para ganhar cliques e views, as pessoas acabam compartilhando as mentiras mais mirabolantes, mesmo que no fundo pareça uma linda história de amizade entre homens e animais.

Mas temos que tomar muito cuidado. Os dois casos que você vai ver aqui são um ótimo exemplo do quanto queremos tanto acreditar em uma história, que acabamos nem nos preocupando se ela faz parte da realidade. 

Provavelmente, você pode ter ajudado  a propagar as duas ou pelo menos uma delas.

Duvida? Então vamos para o primeiro caso:

Amizade de um Homem e um Tubarão Branco

Talvez você conheça a história de Cindy, a simpática tubarão fêmea, e seu caso de amor com um pescador australiano.

Ela foi publicada pela primeira vez na 56ª edição da revista francesa Le Magazine des Voyages de Pêche, uma referência entre as publicações sérias no ramo de esportes de pesca.

A história é a seguinte: Arnold Pointer é um pescador profissional do sul da Austrália e deu de cara com uma situação de vida ou morte ao encontrar uma fêmea de tubarão branca enroscada em sua rede de pesca.

 

Se ele não a soltasse, com certeza ela iria dessa para uma melhor. À partir de então, o pescador teve um baita problemão! Segundo a publicação, Pointer disse que faziam dois anos e ela não o deixava em paz. "Ela me segue em todos os lugares que vou e sua presença assusta todos os peixes. Não sei mais o que fazer..."

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Chaves filho de Seu Madruga? Por mais que muitos gostariam que fosse, não é verdade

No entato, apesar dessa dor de cabeça, a amizade entre Cindy, o tubarão de quase 5 metros de comprimento, e Arnold era uma coisa linda de se ver: "Uma vez que eu paro o barco ela vem até mim, ela se vira de costas e me deixa acariciar sua barriga e pescoço, ela grunhe, vira os olhos, e move suas nadadeiras para cima e para baixo batendo alegremente na água..."


É lógico que ninguém acreditaria nessa história de pescador se não houvesse fotos que comprovassem a interação entre o tubarão e Pointer.

A relato tão emocionante rodou o mundo e foi parar no Aquário de Aparecida do Norte, interior de São Paulo (que inclusive, mantém uma homenagem à essa amizade incomum em suas paredes).

No entanto, a história é totalmente falsa! Se tratava de uma brincadeira de 1º de abril publicada pela Le Magazine des Voyages de Pêche, em 2005. 

Na verdade, todas as fotografias que são vistas em vídeos e pela Internet foram feitas pelos biólogos marinhos e especialistas em tubarões, Michael C. Scholl e Thomas P. Peschak, na África do Sul e não têm nada a ver com um tubarão carinhoso e pescador australiano.

Gato se emociona e abraça o celular ao ver o dono morto em vídeo

 

Você deve ter visto isso há pouco tempo, talvez compartilhado e quem sabe chorado com o flagrante comovente do gato que está morrendo de saudades do seu dono.

Ao ver o seu amigo humano na tela do celular, o bichano fica tão triste que encosta o rostinho na tela para tentar sentir o tutor outra vez.

Mais uma vez: não é verdade!

Esse é o vídeo original:

A dona do gato não morreu! O vídeo foi carregado no YouTube em 2016 para uma competição. Ela está viva e filma o felino assistindo a um vídeo que mostra um gato e uma tartaruga na tela do celular.

Sevilay Deryal, dona do vídeo que se tornou viral nas redes sociais, explicou que se assistir ao video original em HD é possível ver um gatinho tentando tocar na tartaruga.

E pior que dá mesmo!

Provavelmente você se emocionou (e quem sabe até compartilhou) uma mentira!

Sabemos que é difícil, e muitos não se interessam em verificar a origem das notícias, mas uma busca rápida no Google com as palavras-chave certas pode evitar que se passe vergonha ou que se espalhe algo que está longe da verdade!

 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Notícia falsa de Pabllo Vittar na nota de R$ 50 repercute na internet e fãs fazem brincadeira