Investigação sobre espancador de cachorro em supermercado continua, mas previsão da pena já saiu e jogou fogo na web

Em um país como o Brasil, infelizmente, as notícias de barbáries são diárias e acabam sendo banalizadas por grande parte da população. Entretanto, alguns acontecimentos, por diversos motivos, tomam proporções gigantescas e passam a unir milhões de pessoas em favor de uma mesma causa.

Assim está sendo o caso do cachorro espancado em uma loja da rede internacional de supermercados, Carrefour. No dia 28 de novembro de 2018, um segurança do local foi visto envenenando e espancando até a morte um cão que vivia pela área do comércio e causou comoção nacional.

A triste saga do bichinho foi testemunhada pelos próprios funcionários do supermercado e começou com o abandono por seus donos anteriores dentro do estabelecimento.

A partir daí, o animal recebia comida e água dos profissionais do lugar e dormia na calçada ao lado supermercado. Até que, seguindo ordens superiores, um dos seguranças pegou uma barra de ferro e cometeu uma atrocidade!

As chocantes imagens percorreram a internet e até mesmo celebridades como Bruna Marquezine, Gio Ewbank, Tatá Werneck e muitos outros, invadiram as mídias sociais do Carrefour para protestarem e cobrarem medidas legais contra os responsáveis pelo ato.

Porém, mesmo com todo o alarde e boicote que a rede vem sofrendo, segundo uma própria especialista da OAB, o agressor não deve ir para a cadeia e sua pena deve ser revestida em serviços comunitários.

Em entrevista para o portal R7, Selma Duarte, vice-presidente da Comissão de Defesa dos Direitos dos Animais da OAB-DF, declarou que a pena máximo para esse tipo de crime no Brasil é de 1 ano e ninguém vai para a cadeia com uma condenação assim.

A advogada garante que mesmo com o agravante da morte, no máximo o que acontecerá é um valor maior da multa ser paga. Vergonhoso, não é mesmo? 

Selma ainda aproveita para levantar a bandeira de uma maior punição (indo realmente para a cadeia) para o crime de maus tratos contra animais:

"Serviria para que outras pessoas pensem um pouquinho antes de maltratar um animal, que não faz mal para ninguém".

Você concorda que um espancador desses deveria ir para a cadeia ou acha que uma multa já é uma pena suficiente?

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Morte cruel de cachorro em supermercado gera revolta e protestos no local: "Lutaremos em seu nome"