Brasileiro gosta de cachorro ou de pedigree? País tem mais cães e gatos do que crianças, mas os números do abandono são assustadores

Animais

May 15, 2018 14:15 By Fabiosa

É difícil imaginar que alguém tenha coragem de abandonar um amigo leal. Mas em todo o país, milhares de cães sofrem abandono dos donos e acabam vagando pelas ruas pelo resto de suas vidas. Alguns ainda têm a sorte de serem resgatados, cuidados e postos para a adoção.

Para piorar ainda mais a situação desses cães, pesquisas recentes indicam a preferência do brasileiro por cães de raça. Uma atitude que alimenta uma gigantesca rede de comércio animal e que faz com que os vira-latas continuem lotando os abrigos e ruas do país.

A pesquisa Nacional de Saúde, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostra que o discurso do brasileiro sobre o cão vira-lata não se reflete na real situação desses animais. É fácil encontrar pessoas dizendo que adorariam ter um desses cães em casa, mas os dados mostram que, na hora da escolha final, o brasileiro tende a escolher os cães de raça.

 

Vc disse bifinho? acesse e www.ajudeviralatas.com . Foto: @carameloporai Use #ajudeviralatas em suas fotos.

Uma publicação compartilhada por Ajude Vira Latas (@viralatas) em

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: É importante saber quando e por que vacinar os cães

O levantamento concluiu que 44% dos lares brasileiros possuem pelo menos 1 cachorro e 44,7% deles são de raça. A atitude do brasileiro na hora de escolher seu pet interfere diretamente no crescimento do número de cachorros sem lar. O país possui cerca de 100 milhões de cães e gatos, um número maior do que o de crianças, mas 20 milhões estão abandonados.

Nas redes sociais, alguns tentam acabar com o ciclo de comércio animal e estimular a adoção de cães sem raça. Em uma das postagens o internauta questiona o descaso. “Faz sentido pagar R$3 mil numa vida inocente com tantas outras abandonadas na rua, possivelmente na sua porta?”, disse o rapaz pelo Twitter.

Enquanto a maioria não mudar a forma de agir sobre a adoção animal, o mercado continuará existindo, fazendo com que mais animais vivam abandonados pelas ruas.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Cães e gatos também podem salvar vidas de outros animais