Uma boa maldade ninguém esquece! 5 vilãs de novelas que o público amou odiar

Uma novela sem um bom vilão não é uma boa novela, não é verdade? Muitas vezes, a trama inteira fica sustentada em um vilão incrível que, apesar das maldades, trazem muito mais emoção para as novelas. Aqui nas terras brasileiras, temos a tradição de vilãs femininas mais marcantes e que, de tando que se destacam, acabam ficando muito mais inesquecíveis do que a própria mocinha da trama.

ADS Portrait / Shutterstock.com


Esse é o caso de Sophia, a personagem de Marieta Severo na novela “O Outro Lado do Paraíso”. Apesar de a vingativa Clara (Bianca Bin) também dar o que falar no folhetim de Walcyr Carrasco, a vilã ganhou o coração dos brasileiros e virou figurinha certa nos memes e redes sociais. Com o apelido de “mãos de tesoura”, em alusão aos assassinatos cometidos pela megera, a atriz já revelou que a primeira tesourada foi horrível e inesquecível. 


A artista se desvinculou de vez da personagem Dona Nenê, de “A Grande Família”, e embarcou com tudo junto com o autor no destino inesperado de Sophia.  E revela que sente muito cansaço físico e emocional com a personagem. 
Mesmo pintando o sete na novela, o público acaba se afeiçoando a personagens como Sophia e ficam divididos com o que esperar no final dessas incrivelmente queridas vilãs. Terminando mal ou não, confira agora alguma das vilãs mais inesquecíveis da televisão brasileira e que todos nós amamos odiar!

Nicoleta Ionescu / Shutterstock.com

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: "Nunca fiz uma vilã tão louca e ambiciosa!", diz Marieta Severo sobre Sophia de "O Outro Lado do Paraíso"

Odete Roitman

Quem matou Odete Roitman? Clássico da televisão brasileira, a vilã esnobe tratava mal Deus e o mundo e ficou eternizada na novela “Vale Tudo”. O mistério sobre o assassinato da megera chegou a registrar 86% dos televisores brasileiros ligados para conferir o final da trama. No fim das contas, quem matou foi Leila, interpretada por Cássia Kiss, e ainda foi por engano. 

Bia Falcão

A rica e elegante Bia Falcão, interpretada por Fernanda Montenegro, ficou conhecida por ter “horror a pobre” na novela “Belíssima”. Depois de interferir na união de quase todos os casais da novela por motivos de classe social, descobriram que ela mesma era apaixonada por um homem pobre, que a rejeitou. Ela ficou eternizada com jargões como “Pobreza pega”, e ainda forjou a própria morte, escapando de todas as punições e terminando a trama rindo de tudo em Paris, ao lado de um bonitão garoto de programa interpretado por Cauã Reymond.

Laura

 

E hoje tem a volta de “ Celebridade”!💥💥💥

Uma publicação compartilhada por Cláudia Abreu (@claudiaabreu_atriz) em

A vilã de Cláudia Abreu fez a mocinha Maria Clara (Malu Mader) de gato e sapato na novela “Celebridade”. Lobo em pele de cordeiro, a sonsa se aproximou da empresária para se vingar e tirar toda sua fortuna. Junto com o amante Marcos (Márcio Garcia), eles aprontaram todas, mas ganharam o coração dos telespectadores como o “michê” e a “cachorra” mais queridos do Brasil. No fim da trama, eles acabaram assassinados por outro vilão.

Carminha

Em “Avenida Brasil”, Carminha (Adriana Esteves) deu o golpe no baú no jogador de futebol Tufão (Murilo Benício) depois de seu marido ser atropelado pelo ricaço. Ela ainda mandou a própria enteada para ser criada no lixão e conseguiu fazer com que seu amante Max (Marcello Novaes) morasse na sua própria casa, mas acabou matando o moço. Carminha não era flor que se cheire, mas a personagem, de tão malvada, com certeza, foi uma das mais amadas do Brasil. Ela termina a trama no lixão, onde tudo começou.

Nazaré 

Um dos maiores clássicos vilanescos de todos os tempos, Nazaré (Renata Sorrah), de tão memorável, virou meme na internet e perdura até hoje, mais de 10 anos depois do fim da novela “Senhora do Destino”. Quem não lembra das cenas em que ela se olhava no espelho e se chamava de “gostosa”? Com uma autoestima invejável, ela caiu nas graças do público mesmo depois de roubar a filha da protagonista Maria do Carmo (Susana Vieira). E ainda conseguiu eternizar o medo de escadas, pois a vilã jogava escada abaixo qualquer um que cruzasse o seu caminho. 


A queridíssima vilã virou símbolo de amor próprio, mas teve um final trágico ao se jogar da ponte, apesar de até hoje ainda pairar o mistério sobre se ela estaria mesmo morta. De tão vangloriada, a megera poderá, inclusive, voltar às telinhas, de acordo com uma informação dada pelo próprio criador da personagem Aguinaldo Silva. 
E aí, quem é a vilã mais icônica de todos os tempos? 

Fonte: Notícias da TV, Purepeople, Guia dos Curiosos, Vix, Folha

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Quem estava com saudade de “Carminha” da Avenida Brasil? Adriana Esteves volta como vilã na novela “Segundo Sol”

Recomendamos