Arrasada com a derrota na Justiça contra ex-companheiro que a agrediu, Luiza Brunet falta gravação do “Programa da Sabrina”

Celebridades

May 30, 2018 17:42 By Fabiosa

Luiza Brunet foi derrotada na sua batalha judicial contra o empresário Lirio Parisotto, seu ex-companheiro. Ele foi acusado de agredi-la em 2016. Luiza o denunciou e ainda entrou com um pedido de reconhecimento de união estável, que daria direito à metade dos bens referente ao período em que os dois ficaram juntos.


A 4ª Vara de Família e Sucessões, do Tribunal de Justiça de São Paulo, acabou não reconhecendo a união de cinco anos entre o ex-casal. De acordo com informações, Luiza teria ficado arrasada com a derrota. A tristeza foi tanta que impediu a modelo de comparecer à gravação do “Programa da Sabrina”, na Record, que estava marcada para a segunda-feira (28).

 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Luiza Brunet perde ação contra o ex-marido, com quem viveu por 5 anos; modelo pedia R$ 100 milhões e já disse que vai recorrer

A artista teria pedido desculpas à produção pela ausência, que foram prontamente aceitas. Todavia, eles ficaram um pouco chateados por não perderem a oportunidade de uma entrevista em primeira mão sobre o caso. 


Mas os representantes da modelo não confirmaram essa história. Eles alegaram que sua ausência no “Programa da Sabrina” se deu por uma mudança na grade da programação da atração. Já a emissora Record não chegou a comentar o assunto. A atração vai ao ar dia 2 e terá a participação de Gretchen, DJ Alok e o casal Ceará e Mirella Santos.

 

Olha essa turma! 👏🏼 O #ProgramaDaSabrina do próximo sábado (2) promete! ❤️😉 #RecordTV

Uma publicação compartilhada por Programa Da Sabrina (@programadasabrina) em


Mesmo triste, Luiza Brunet promete não desistir dos seus direitos e já afirmou que vai recorrer da decisão. Em sua conta pessoal do Instagram, na terça-feira (29), ela fez um desabafo. 

“Nunca fugi do meu papel de pessoa pública (...) E foi tornando pública uma parte triste da minha vida pessoal que me deu uma visão transformadora da minha própria trajetória”, desabafa, relembrando o momento da agressão.

 

Bom-dia! Nunca fugi do meu papel de pessoa pública. Foi assim desde que me lancei na moda, com minha biografia, as reportagens e redes sociais. Com todos os ônus e bônus que isso nos traz para a vida pessoal. E foi tornando pública uma parte triste da minha vida pessoal que me deu uma visão transformadora da minha própria trajetória. Ter sido agredida por um homem, ter tido a coragem de denunciar e ajudar mulheres no Brasil e no mundo a tomar esse tipo de iniciativa, me orgulha demais. E exigir meus direitos nesse processo é algo que não abro mão. Meus advogados vão recorrer da decisão do Tribunal de Justiça por não ter reconhecido a união estável com o empresário que me agrediu. A sentença não reflete as provas e eu continuo acreditando na justiça. E agradeço a manifestação de apoio de todos vocês. @viradafemininaoficial @valscarance @silvinhachakian @fabidalmas @herstorylatina @justicadesaia @mchristinamendescaldeira @ericapaesoficial @professoraalice @mariganzarolli @institutomariadapenha @institutoavon @onubrasil @onumulheres #instagood #fhotoofthedays💯💯💯. ————————————————————————————————- “Reitero que o processo cabe recurso e vamos para lá. Vale lembrar que o espancador foi condenado na Criminal. “

Uma publicação compartilhada por Luiza Brunet (@luizabrunetoficial) em


Ela ressaltou o orgulho que teve de denunciar seu agressor e de poder encorajar outras mulheres a fazer o mesmo. Por isso mesmo, não abre mão de exigir seus direitos. O advogado de Luiza afirmou que ela já esperava essa situação e, por isso, manteve a serenidade.


Perdeu a batalha, mas não a guerra. Sorte para Luiza!

Fonte: Notícias da TV, TV e Famosos

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Luiza Brunet abre o jogo sobre agressão: "Como ia sair na rua com olho roxo, 4 costelas quebradas e ficar quieta?"