Deu ruim para Naldo Benny outra vez: cantor deverá indeniza

CELEBRIDADES

Deu ruim para Naldo Benny outra vez: cantor deverá indenizar ex-funcionários em mais de R$ 400 mil

Date June 28, 2018 20:38

Depois de ter sido condenado por ter agredido sua mulher, Ellen Cardoso, também conhecida como Mulher Moranguinho, Naldo Benny enfrenta problemas com a justiça novamente.

 

E dessa vez, os processos são trabalhistas. O cantor perdeu 3 ações movidas contra ele por ex-funcionários.

Segundo o jornalista Leo Dias, o valor a ser pago por Naldo ultrapassaria os R$ 400 mil e os bens da empresa Naldo Music Produções Artísticas, da qual o cantor é sócio ao lado de Marcos José Menezes, foram penhorados para quitar a dívida, no entanto, o valor na conta da empresa é de somente R$ 9.200.

 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: A esposa perdoou, mas a Justiça não! Naldo é condenado a 4 meses de prisão por ter agredido Moranguinho

De acordo com os processos, Fernando Salme, que trabalhava como segurança de Naldo, deve receber R$ 80 mil do cantor; a ex-dançarina Maria Eduarda Vieira Aurélio, 160 mil e Rafael de Almeida Claverie, que também trabalhava como dançarino de Naldo, não teve o valor de seu processo revelado, mas estima-se que ele deva receber R$ 200 mil.

 

Todos os 3 ex-funcionários do cantor o processam por terem trabalhado sem carteira assinada e agora reivindicam o pagamento dos direitos como 13º salário, férias e FGTS atrasados.

 

Marcelo Camello, o advogado que moveu as ações contra o cantor, considera que Naldo ostenta viagens internacionais e uma vida de luxo em suas redes sociais e, por isso, estuda incluir no processo as contas pessoais do cantor e de seus sócios.

 

"Recentemente, o cantor postou nas redes sociais ostentando viagens internacionais e espessas correntes de ouro, além de dirigir carros de luxo e também postar em suas redes sociais. Vamos tentar incluir a penhora das contas pessoais de Naldo e demais sócios da empresa", declarou Marcelo.

 

Os advogados de Naldo, por outro lado, alegam que os funcionários da empresa Naldo Music Produções Artísticas trabalham como autônomos e que Naldo e seus sócios sempre respeitaram a legislação vigente, além de afirmarem que ainda cabe recurso da decisão judicial.

 

"Não procede a notícia que vincula ao cantor Naldo Benny dívida trabalhista de alto valor, isto porque o valor consignado na notícia ainda está pendente de recurso próprio na fase de execução trabalhista", declararam os advogados de Naldo, por meio de nota à imprensa.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Furo de reportagem ou oportunismo? Naldo Benny e Moranguinho falam pela primeira vez sobre episódio de agressão que abalou a vida do casal