Atores em fuga! Eles tinham fama e sucesso nas telinhas, mas preferiram ficar no anonimato

Celebridades

November 22, 2018 21:24 By Fabiosa

Para muitos atores, a Rede Globo pode ser o auge da carreira. Com tanta audiência em suas novelas, séries e filmes, é difícil imaginar que alguém deixaria a emissora para seguir outros projetos.

Mesmo com todo o glamour que envolve a emissora e os possíveis benefícios para a carreira, muitos atores abrem mão do sucesso nas telinhas e partem para outros projetos. Agora nós vamos lembrar alguns exemplos.

Pedro Neschling

Conhecido por participar de grandes produções da emissora, com Páginas da Vida e “Da Cor Do Pecado”, o ator fez sua ultima aparição na Tv em 2014. Longe das produções globais, ele agora se aventura na carreira de escritor.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Feliz rs (Legenda claramente inspirada no ídolo @adrianoimperador)

Uma publicação compartilhada por Pedro Henrique Neschling (@pedroneschling) em

Gabriel Wainer

O ator surgiu para o grande público em 2006, na novela “Malhação”. Sua carreira nas telinhas não teve uma longa duração e ele saiu de cena em 2010, depois de “Passione”. Mesmo mudando de profissão, Gabriel continua perto das câmeras. Agora ele atua como roteirista.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Moçada do meu Brasil... #vaiterforra pq tá esquisiiito isso aqui. #odoutrinador O filme mais foda de 2018 #broabdignag #marvel #dc

Uma publicação compartilhada por Gabriel Wainer (@gabriel_wainer) em

Carolina Pavanelli

Quando a pequena prodígio apareceu, todos esperavam uma longa carreira na televisão. Depois de ter trabalhado “Malhação”, “Meu Bem Querer” e "Sonho Meu", entre outras produções, ela optou por outra carreira. Carolina já atuou como escritora e professora. Hoje ela segue na área Pedagógica.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Flashback TV® 🕺🏻 (@flashbacktvoficial) em

Cecilia Dassi

A atriz também começou sua carreira ainda na infância. Mas aos 23 anos, Cecilia percebeu que não queria mais atuar. Ela largou a fama para viver o sonho de ser psicóloga. Hoje ela atua na área e faz trabalhos de coach, ajudando outras pessoas que, assim como ela, pretendem mudar de profissão.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Tenho cuidado muito da minha pele, pela primeira vez na vida. Uso corretivo para cobrir minhas olheiras desde que me lembro, com cerca de 8 anos. Pelo menos pra trabalhar. Pra ir à escola, todo dia, desde uns 10. Nunca cuidei da minha pele. Nunca passei protetor solar todo dia (como eu CLARAMENTE deveria fazer porque tenho uma pele BRANCA DE NEVE e moro no rio de janeiro). Tenho muitos nevos displasicos, ou seja, tenho mais tendência a desenvolver câncer de pele. Mesmo assim não me protegia. Só me preocupava em estar com as imperfeições cobertas. E de rímel, pra não "parecer tão abatida e pálida". "Disfarçar imperfeições", mas não cuidar da saúde. Hoje, por conta dos problemas nos meus olhos, não posso colocar cílios postiços, passar lápis, delineador, passar corretivo muito perto dos olhos, nem pra disfarçar a diferença entre os dois, já que o esquerdo ficou com ptose. Tive que escolher entre ter (ainda mais) incômodo todo dia ou aceitar passar pouquinha maquiagem. Ano passado fiz um mapeamento de todas as minhas pintas (são mais de 150) para acompanhar o desenvolvimento delas. Há alguns meses comecei a fazer minha foto proteção diariamente. Há duas semanas comecei um peelling para renovar minha células e tentar tratar meus poros dilatados, que sempre me incomodaram e que sempre foram apagados em todas as fotos de mídia que eu fazia, junto com minhas pintinhas. É sobre cuidar. Sobre se aceitar, se proteger e se tratar da melhor forma. É sobre fazer por nós o que nos faz bem e não (apenas, talvez) o que nos faz PARECER bem aos olhos do outro, mesmo que não seja bom pra nós, nos cause desconforto. Cuidados com nós mesmos não precisam se originar na insegurança e na sensação de inadequação. Podem se originar no nosso amor próprio. E você, já pensou em trocar os corretivos pelo protetor solar?

Uma publicação compartilhada por Cecilia Dassi (@cecilia.dassi) em

Claudio Heinrich

O galã das novelas globais descobriu a paixão pelo jiu-jítsu enquanto se preparava para as gravações de uma nova novela. Mas o hobby acabou se tornando a atividade principal e o ator deixou as telinhas em 2013. Hoje ele ensina a mesma arte marcial em uma academia de sua cidade natal, o Rio de Janeiro.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Encerrando o dia com o seminário do @carlsongracie jr na academia do meu amigo @leandroboueri

Uma publicação compartilhada por claudioheinrich (@claudioheinrich) em

Larissa Queiroz

A atriz começou a carreira anda na infância, na novela “Por Amor”. Ela até emplacou outros trabalhos, mas cansou de esperar por grandes papeis e partiu para a carreira gastronômica. Hoje ela é chef de cozinha e tem seu próprio negócio.

Nem sempre o sucesso e a fama são as coisas mais importantes em uma profissão. Eles mostraram que poderiam ser muito mais felizes longe das telinhas e inspiram outras pessoas que têm receio de trocar de área. E você, deixaria a fama global de lado para encarar a profissão dos sonhos?

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Afinal de contas, por onde andam as mulheres frutas? Confira aqui!