De Otaviano Costa a Fernando Rocha: como os ex-globais fazem para continuar ganhando dinheiro?

Celebridades

May 11, 2019 01:30 By Fabiosa

Uma coisa já é possível notar: o ano de 2019 não tem sido um dos melhores para a TV Globo. Aliás... pelo menos para seus funcionários, a situação não é exatamente a mais favorável. Iniciada desde o ano passado, uma devastadora onda de demissões tem pegado muita gente de surpresa dentro do Projac, no Rio de Janeiro.

Até mesmo artistas de renome e queridinhos do público não estão escapando deste terrível destino. Entre atores, apresentadores, jornalistas e diversos outros funcionários, ninguém está a salvo de ser demitido dentro da TV Globo. Um caso que chamou a atenção em 2019, por exemplo, foi o do jornalista Fernando Rocha, que comandava o matinal Bem Estar.

Por outro lado, em alguns casos, a escolha parte dos próprios contratados. Por motivos dos mais diversos, alguns famosos optaram por não renovarem seus contratos com a emissora, logo que eles foram encerrados. Dentro dessa lista, se destaca o nome do apresentador Otaviano Costa, que esteve na telinha da Globo durante 10 anos.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por OTA (@otaviano) em

Mas afinal... existe vida após a Globo?

A Globo é a maior e principal rede de televisão no Brasil, o que nos leva a questionar: o que um artista pode fazer após ser demitido de lá? É possível continuar com uma carreira em ascensão ou, no mínimo, continuar ganhando dinheiro? Alguns deles precisam se reinventar e até mesmo improvisar situações!

avia GIPHY

Confira os novos projetos de 5 personalidades que foram demitidas (ou se demitiram) da Globo recentemente:

Fernando Rocha

O já citado Fernando Rocha foi demitido do Bem Estar em fevereiro deste ano e a notícia pegou todo o país de surpresa - menos o próprio! Em entrevistas, ele afirma que já esperava pelo corte. O que foi chocante, no entanto, foi a brutalidade como tudo aconteceu: sem aviso prévio, Fernando não teve nem sequer a chance de se despedir do público no ar.

Sempre contando piadas e se envolvendo em situações inusitadas, Fernando Rocha era um grande queridinho do público, que usou as redes sociais para lamentar sua saída da emissora. Ele trabalhou para a TV Globo durante longos 30 anos.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Fernando Rocha (@fernandorocha11) em

Já recuperado do susto, Fernando ainda tem seu salário garantido até o mês de agosto, enquanto o contrato ainda permanece em vigência. Além disso, ele havia lançado um livro no segundo semestre do ano passado: Na Medida Do Possível. Ele está aproveitando o tempo livre para viajar pelo país divulgando a publicação. Ele também está escrevendo um novo livro.

Recentemente, Fernando também participou como convidado do Programa Silvio Santos, no SBT, e do Mega Senha, da RedeTV!.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Fernando Rocha (@fernandorocha11) em

Mariana Ferrão

Profundamente chateada com a forma que o colega de bancada foi demitido do Bem Estar, a co-apresentadora Mariana Ferrão também decidiu pedir pra sair. Ela trabalhava na emissora há 11 anos e usou as redes sociais para desabafar após tomar a decisão de não renovar o contrato. "A sensação é de liberdade", comentou ela.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Mariana Ferrão (@marianaferrao) em

Apesar disso, ela ainda tem certo vínculo com a rede, de maneira mais ampla. Ela continua apresentando seu próprio programa na Rádio Globo, o Saúde de Corpo e Alma, que é bastante parecido com a extinta atração que ela apresentava na TV.

Para completar, ela oferece palestras e cursos de uma técnica de autoajuda que ela mesma desenvolveu, a Unboxing.me - The Journey. Para participar, o interessado deve comprar um ingresso que custa entre R$ 98 e R$ 240.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Mariana Ferrão (@marianaferrao) em

Otaviano Costa

Primeiro, o Brasil quase parou com a notícia de que a Globo havia decidido encerrar a produção do Video Show, que ficou no ar por mais de 35 anos. Depois, um de seus apresentadores mais queridos, Otaviano Costa anunciou que estrelaria um programa solo: o Tá Brincando.

A audiência não deve ter sido das melhores, visto que a Vênus Platinada optou por cancelar o programa logo que sua primeira temporada terminou de ser exibida. Triste com a situação, ele também optou por não renovar seu contrato com a emissora.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por OTA (@otaviano) em

Sua situação, no entanto, é parecida com a de Mariana Ferrão. Otaviano tem um programa só seu, o No Ar Com Otaviano Costa, na Rádio Globo. Muito popular e querido pelo público, ele também ganha uma boa grana quando é contratado para campanhas publicitárias.

Cris Dias

A jornalista do Globo Esporte já estava na emissora há 13 anos, mas não teve seu contrato renovado. A situação ainda é muito recente e ela ainda não despontou com novos projetos, apesar de já ter levantado algumas pistas. É provável que, de agora em diante, ela se arrisque em uma carreira de influenciadora digital.

Estou aberta. Já recebi algumas sondagens de outras emissoras. Mas o caminho também pode passar pelas mídias sociais. Tá pintando coisa nova aí, mas ainda é segredo.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Cris Dias (@crisdiass) em

Rafa Brites

A carreira de repórter durante 5 anos na TV Globo não era exatamente a principal fonte de renda de Rafa Brites, que não teve seu contrato renovado. Ela tem uma importante gama de seguidores nas redes sociais e tira uma boa grana com publicidade na internet.

Além disso, ela oferece palestras de autoajuda há cerca de um ano. Ela também está investindo pesado em uma nova carreira: a de coach.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Rafa Brites (@rafabrites) em

Dentre os demitidos recentes da Globo, esses foram alguns deles que estão buscando novos meios de lidar com o mercado. A onda de demissões, entretanto, não deve estar nem perto de acabar. E o pior é que os cortes não sobram só para o lado de pessoas famosas e que já possuem fontes de renda.

Funcionários dos mais diversos setores também perdem seus empregos, como foi o polêmico caso de 40 jornalistas que foram demitidos na semana passada, após o fechamento de duas afiliadas da Rede Bahia.

Ao perder um emprego, é preciso ser criativo na hora de recomeçar. Você já viveu alguma situação parecida?