Chega de birra! Essas 6 dicas podem ajudar a lidar com crianças teimosas

Família & Crianças

June 5, 2018 17:46 By Fabiosa

Teimosia é uma fase corriqueira da infância. As crianças nascem livres de filtros e limites e é normal que inicialmente elas ultrapassem algumas barreiras que não sabem que existem. O papel dos pais é saber lidar com essa fase de desobediência e conseguir fazer a criança entender que ela não pode ter tudo o que quer e na hora que quer. Impondo os limites necessários e ajudando o pequeno a lidar com as frustrações, o problema pode ser resolvido.

Maria Symchych / Shutterstock.com

Veja agora algumas dicas para os pais conseguiram lidar da melhor maneira com o filho birrento.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: 5 boas razões para você nunca gritar com uma criança

Criança teimosa ou mimada?

É bom diferenciar os dois casos. Crianças teimosas são comuns e, dentro dos limites, isso pode ser um traço positivo da personalidade, pois ela poderá se tornar um adulto que luta por seus ideais. Escute os motivos que levam a criança a insistir em algo e saiba admitir que ela pode ter razão. Saber diferenciar teimosia de capricho é importante para não julgá-la injustamente.

JGA / Shutterstock

Não ceda!

A criança teimosa pode apelar para o lado emocional, principalmente quando são muito pequenas e acabam caindo no choro ou fazendo birra. Se você ceder, a criança vai aprender que é assim que ela consegue as coisas. Mesmo sendo difícil ser forte quando ela faz uma “cena” em público, é importante não sucumbir. Ter uma postura moderada e racional é ideal para que ela entenda que o certo não é imposto pela força. Tudo pelo bem do seu filho.

 

Evite comparações

Usar como exemplo aquele primo ou irmão comportado não é uma boa opção. Comparar não vai ajudar seu filho melhorar. Cada criança é um caso e compreender isso evitará frustações.

 

Diálogo é a melhor saida

Uma boa conversa com seu filho faz toda a diferença. Às vezes, o pequeno só quer atenção, mas não sabe pedir da maneira correta. Conversar, entender os motivos dela e explicar os seus pode tornar a convivência mais fácil e aumentar a compreensão.

 

Informe-se

As informações hoje são bem mais acessíveis. Você pode procurar na internet casos semelhantes ou buscar ajuda profissional, se acha necessári. Não tenha vergonha de pedir ajuda. 

 

Crie hábitos saudáveis

Criar um costume de regras e incentivos pode ser importante, pois a criança entende que se agir dessa forma, ela poderá ser recompensada. Além disso, os pequenos costumam lidar bem com desafios. Perceba também se seus hábitos também não estão influenciando negativamente a criança. Ser mais afetuoso e atencioso ajuda a fazer a criança a receber a atenção que, muitas vezes, é só o que ela quer.

 

E nada de perder a cabeça! Mantenha a calma, converse e encha seu filho de muito amor. Essa é a melhor ferramenta!

Fonte: Cidade Verde, Família

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: É certo bater em uma criança? Pesquisadores listam resultados indesejados desta “técnica” na criação dos filhos