Atenção, pais! Menino de quatro anos engole bexiga em festinha da escola e está em coma há 6 semanas!

FAMÍLIA & CRIANÇAS

Atenção, pais! Menino de quatro anos engole bexiga em festinha da escola e está em coma há 6 semanas!

Date October 23, 2018 18:53

Toda criança gosta de brincar com balões e bexigas, e essas bolas de ar podem parecer bastante inofensivas e divertidas, não é? Afinal de contas, estamos cansados de ver meninos e meninas de todas as idades com elas na mão o tempo todo.

Mas o que muita gente não sabe é que deixar uma criança sozinha com um balão, nem que seja só por alguns minutinhos, pode ser fatal!

Prova disso é que o que aconteceu com um menino de quatro anos na Rússia. Andrey estava em uma festinha na escola quando os cuidadores deixaram de prestar atenção por alguns minutos e ele acabou colocando um pedaço de bexiga estourada na boca.

Nem precisamos dizer que isso não acabou nada bem. Em alguns segundos, o menino já estava passando mal e ficou inconsciente. Ele foi socorrido e encaminhado na mesma hora para o hospital, onde entrou em coma e está assim há 6 semanas.

O caso repercutiu tanto que a polícia local está investigando até a conduta da escola, por não estar prestando a devida atenção ao menino e permitir que o acidente acontecesse.

Acidentes como esse são mais comuns do que se imagina e quase 100% fatais!

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Bloguinho do Bernardo (@bloguinhodo_be) em

Um dos únicos casos de que se têm notícia é o de um bebê de apenas 7 meses que também engoliu um pedaço de bexiga e foi levado às pressas para o hospital.

A história aconteceu no Brasil, mais especificamente em São Paulo, e o menino precisou passar por uma cirurgia para remover o balão de seu exôfago.

Contra todas as expectativas, ele acabou sobrevivendo ao incidente. Nem mesmo os médicos acreditaram, pois, segundo eles, a estimativa de morte nesses casos é de 100%.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Casarão Mix Festas (@casaraomixfestas) em

A mãe ainda brincou e disse que, a partir daquele dia, seria de 99,99%.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Menino fazia um som estranho ao respirar e os pais se surpreenderam ao descobrir que ele havia engolido um apito de brinquedo!

Cuidado

Nem é preciso dizer que muitos desses incidentes terríveis ocorrem por falta de atenção de quem está responsável pela criança, não é?

E não estamos falando só de balões e bexigas! Em Santarém, no Pará, uma menina de dois anos deu entrada no hospital depois de engolir um parafuso que se alojou em seu tórax.

A própria mãe contou que havia dado banho na filha e estava prestes a trocá-la, quando decidiu cuidar da roupa suja primeiro e deixou a menina sozinha. "Quando cheguei ela estava se engasgando com o parafuso que pegou em cima da cômoda. Tentei tirar da goela dela, mas não saía", afirmou ao G1.

A criança foi levada para o pronto socorro e felizmente sobreviveu.

No entanto, este é mais um episódio que mostra o quanto é preciso estar sempre alerta quando estamos lidando com crianças pequenas.

Primeiros socorros

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por ⏺️Amanda B. (@amandaballbino) em

Pais, cuidadores e professores também precisam saber os primeiros socorros básicos para casos como esses. Até porque sabemos bem que os primeiros segundos são essenciais.

O primeiro passo, segundo especialistas, é não tentar forçar a saída do objeto com manobras ou oferecer alimentos esperando que ele seja 'empurrado para fora' do organismo da criança.

Além disso, se você pensou em forçar o vômito, saiba que é outra péssima ideia!

Saiba os sinais

Pode parecer loucura, mas às vezes os efeitos da aspiração de um objeto podem aparecer bem depois. Mas ainda assim é preciso saber reconhecê-los. Alguns deles são:

  • Tosse sem causa aparente;
  • Infecções respiratórias repetitivas;
  • Chiado no peito (eles geralmente aparecem só de uma lado);
  • Secreção amarelo-esverdeada em uma das narinas;
  • Obstrução nasal;
  • Coceira ou dor intensa em apenas um dos ouvidos.

Não subestime a sorte! Não é porque seu filho já teve um incidente desses que significa que ele não vai repetir a dose. Por isso, não tire o time de campo antes de ter certeza que ele entende a gravidade dos atos.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Era para ser só uma festinha de criança, mas o aniversariante quase morreu ao comer um pedaço do bolo. Entenda o caso!