Irmãs gêmeas idênticas se transformaram ao mesmo tempo em homens trans depois de adultos

FAMÍLIA & CRIANÇAS

Irmãs gêmeas idênticas se transformaram ao mesmo tempo em homens trans depois de adultos

Date October 24, 2018 18:57

Eles nasceram meninas, mas se descobriram homens trans e fizeram o processo de readequação de gênero juntos. Essa é a incrível história de Jack e Jace Grafe que decidiram fazer de tudo para serem quem eles realmente sentiam que eram e fizeram a transição juntos.

Os irmãos nasceram em 1995, cresceram no mesmo bairro e tinham os mesmos amigos. Eles até trabalham como agentes nos condados vizinhos da Geórgia do Leste (EUA), onde moram. Ambos seguem o caminho que sonharam e Jace já começou na academia de polícia (Jack também segue o mesmo fluxo).

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Conheça Daniela Vega, a atriz trans que se destacou no Oscar

“Eu me olho no espelho agora e penso: 'Meu Deus!. Esse finalmente sou eu. Esse é quem eu deveria ser ', relata Jace.

Jack e Jace participaram até de uma escola particular cristã em uma pequena cidade.

Jack lembra que era como estar preso em seu próprio corpo. "E quanto mais eu envelhecia, mais difícil era engolir. E eu pensava: não posso fazer isso pelo resto da minha vida, eu simplesmente não posso fazer isso.”

Apesar de serem irmãos e íntimos, os gêmeos tinham medo de dizer um ao outro que eram transexuais até os 15 anos. O medo os manteve presos dentro de uma caixa.

Esse vídeo (em inglês) é possível ver a transformação dos dois:

"Eu sinto que nós nos salvamos de muitos momentos realmente sombrios e deprimentes", disse Jace em entrevista a uma rede de notícias local. “Às vezes, eu me pergunto se ele não estava aqui [Jack], se eu estaria sozinho, se teria pensamentos suicidas. Não estou dizendo que teria, mas é muito possível. Eu ficaria definitivamente sozinho".

Aos 21 anos, Jack e Jace começaram a tomar injeções hormonais. Em 2017, os gêmeos passaram por uma cirurgia de confirmação de gênero no mesmo dia.

De acordo com o cirurgião que fez o procedimento, "a identidade deles está dentro deles”. Dr. Sheldon Lincenberg, da Georgia Plastic Surgery, ainda reforçou que os gêmeos não tentaram mudar quem era, mas que agora "só querem que o mundo os veja como eles são."

"Finalmente sou perfeito para mim", desabafa Jace.

É uma inspiradora história de encontro consigo mesmo!

Mas essa não é a única história de gêmeos que de redescobrem. Wyatt e Jonas Maines são gêmeos idênticos, mas desde cedo ficou claro que eles tinham uma diferença fundamental. Desde muito pequeno, com doi anos de idade, Wyatt odiava seu pênis e sempre perguntava a mãe quando finalmente viraria menina de vez.

Na quinta série, Wyatt se tornou Nicole (nome que adotou e o manteve até hoje).

Esse história incrível rendeu o livro: Becoming Nicole: The Transformation of an American Family (Em português, algo como Se transformando em Nicole: a transformação de uma família americana), Amy Ellis Nutt, escritora vencedora de um Prêmio Pulitzer, acompanhou os Maines nessa jornada de descoberta.

A escritora ficou fascinada porque eles são gêmeos idênticos, têm o mesmo DNA, mas são totalmente diferentes. ¨"O que aconteceu para ligar ou desligar algumas chaves do DNA em um e não no outro vem do útero e não de uma opção", reflete.

Transexualidade não tem nada a ver com o que uma pessoa escolhe ou não escolhe fazer, mas se refere à condição do indivíduo cuja identidade de gênero é diferente daquela designada no nascimento. Quando se procura fazer a transição para o gênero oposto através de intervenção médica, significa que a pessoa não consegue se enxergar no corpo que possui.

Um pouco de empatia ajuda a compreender e aceitar melhor essa situação!

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: MC Trans bomba na internet, mas confessa que ainda pode se prostituir para completar renda