Criança é vítima de bullying no Instagram e mãe passa a ter medo que ela cometa suicídio: "Quero acabar com isso tudo"

Família & Crianças

August 2, 2018 14:39 By Fabiosa

Mia-Lili Bennett é uma garotinha da cidade de Norwich, em Norfolk. Com apenas 10 anos, a criança já passou por terríveis experiências de bullying pela internet. Os perseguidores se apropriaram de suas fotos e a expuseram pelas redes sociais.



Os pais de Mia -Lili,  Corrinia Bennet, 33, e John Bennett, 42, foram alertados por um amigo da família que havia uma postagem no Instagram com uma foto da garota. Logo abaixo, havia uma enquete para que as pessoas respondessem se achavam ela feia ou não.

Rawpixel.com / Shutterstock.com

Corrinia e John ficaram revoltados e logo denunciaram o post para o Instagram, que tirou a foto do ar. A mãe de Mia precisava saber se a menina tinha conhecimento da enquete, para poder investigar melhor o caso e dar apoio a filha, mas Mia não sabia de nada. Quando viu que 53% das pessoas haviam respondido que ela era feia, a garota ficou devastada:


“Ela viu o post e começou a chorar imediatamente. Ela chorou tanto que desabou e o pai dela teve que levantá-la do chão. Ela não parou de chorar desde então, e nem eu, pra dizer a verdade”, detalha a mãe.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Professora usa criatividade para defender aluna alvo de “bullying”



O choque que aquela pesquisa deixou na menina foi muito profundo e teve sequelas drásticas:

“Nós tivemos que ficar vigiando ela porque tinhamos medo que tentasse o suicídio. Seu pai e eu nos asseguramos de ter sempre alguém com ela, 24 horas por dia, por que ficava todo tempo falando que iria “acabar com tudo", relata Corrinia.

Suzanne Tucker / Shutterstock.com

Qualquer pai e mãe ficaria de coração partido ao descobrir que seu filho é vítima da crueldade alheia e a mãe da menina conta que também começou a se sentir culpada:

HelloRF Zcool / Shutterstock.com

“Eu nunca pensei que teria que lidar com o fato de minha filha estar sendo vítima de cyber bullying ainda tão jovem. Eles ainda são muito inocentes nesta idade. Mesmo que você esteja sempre lá para seus filhos quando algo assim acontece, você não espera por algo tão malicioso assim. Até para alguém pensar em fazer algo maldoso assim é horrível. Como mãe, eu me culpo. Você se pergunta se está fazendo algo errado. Pensa que a culpa é sua se sua filha virou um alvo”.

Lopolo / Shutterstock.com

Os pais procuraram a polícia de Norfolk para denunciar o cyber bullying e disseram que eles foram brilhantes ao consolar a menina. Mia ficava se culpando pelo acontecimento, mas a polícia dizia que ela não tinha culpa nenhuma, era uma vítima. A garota tinha feito uma conta no Instagram antes, mas a mãe a fez deletar por ela ainda não ter idade para isso.



Corrinia conclui fazendo um alerta aos pais:

"Os pais precisam ficar de olho quando os filhos usam a internet. Se alguns pais não veem problemas em os filhos usarem as redes sociais então eles necessitam ficar atentos ao que as crianças estão postando e para quem elas estão mandando mensagens privadas. Não são apenas bullies, há muitos predadores lá. É muito perigoso e ,como pais, vocês precisam fazer tudo o que puderem para manter seus filhos a salvo".

Fonte: Daily Mail, The Sun, Metro

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Rede de fast food realiza ação para combater o bullying e compara reação dos clientes