Menino de 7 anos tem o braço cortado por lâmina de barbear após aceitar desafio de um colega

Crianças precisam ser vigiadas o tempo todo. Por isso, mesmo que pareçam confiáveis e conheçam os perigos que as rondam, é preciso que os pais estejam atentos e tenham cuidado, principalmente, com quem elas se relacionam, pois muitas são influenciadas por adultos e outras pessoas da mesma idade a fazerem coisas erradas e até perigosas.

Menino de 7 anos tem o braço cortado por lâmina de barbear após aceitar desafio de um colegaHelloRF Zcool / Shutterstock.com

Exemplo disso são os casos de crianças que se machucaram gravemente e até foram mortas depois de participar dos desafios virtuais que propõe atitudes drásticas como incentivar o próprio desmaio, se asfixiar e até usar objetos para se cortar. Basicamente, esses jogos são propostos pela internet ou até ao vivo, e criados para que elas se machuquem verdadeiramente e façam coisas que pode levar, inclusive, à morte.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Desafio da Borracha: nova moda virtual faz crianças ficarem feridas e é preciso redobrar cuidados

Foi o que aconteceu com um menino de apenas 7 anos que cortou o próprio braço com uma lâmina de barbear após ser desafiado pelo vizinho, de 11. O caso aconteceu no Manaus, cidade da região Norte do Brasil. 

A mãe da vítima estava sozinha em casa e não conseguiu entrar em contato com o pai. Mas o menino contou que brincava com um gato quando o vizinho o encontrou e começaram a conversar.  No meio da discussâo, o menino de 11 anos desafiou o outro a mostrar que 'era homem suficiente'. 

"Meu esposo foi para o trabalho e esqueceu o celular em casa. Nenhum parente ou amigo me atendeu. Estava sozinha com meus três filhos. Estava sujo, então eu lavei o ferimento e parou de sangrar. Liguei para amigos do meu esposo que poderiam estar perto dele na fábrica. Assim que ele chegou, avisaram ele e ele veio mais que desesperado para casa" 

- contou a mãe, que fez um desabafo no Facebook.

Felizmente, a criança apenas recebeu alguns pontos no braço e logo foi liberada. No entanto, a história é só mais uma prova do quanto é importante que as crianças sejam sempre vigiadas, especialmente quando estão brincando juntas ou até mexendo no computador, pois podem ser induzidas a praticar desafios como esse, seja pessoalmente ou mesmo pela internet.

Menino de 7 anos tem o braço cortado por lâmina de barbear após aceitar desafio de um colegafizkes / Shutterstock.com

Desafios online

Segundo o Comitê Gestor da Internet, pelo menos 86% de crianças e adolescentes possuem perfis ativos na internet. Os números são muito altos, e o cuidado precisa ser redobrado, pois os vídeos que propõem certos desafios aumentaram de 500 em 2012 para 15 mil em 2016. 

Mas existe, ainda, perigo quando a criança brinca na rua ou com amigos, pois muitas crianças e até adolescentes os induzem a fazer coisas que não querem para provarem algo a alguém.

Se você tem um filho nessa idade, provavelmente já sabe como esses desafios podem ser perigosos. Por isso, siga algumas dicas:

- Observe seu filho enquanto ele mexe no computador, no celular ou brinca com outra pessoa: nunca o deixe brincar sozinho, especialmente se for muito novo; 

- Converse e oriente seu filho sobre o que é certo e errado: sabendo quais atitudes são corretas e quais não, fica mais fácil para um criança discenir; 

Menino de 7 anos tem o braço cortado por lâmina de barbear após aceitar desafio de um colegahusbands stress their wives more than childrenfizkes / Shutterstock.com

- Conheça os amigos dele: saiba com quem ele se relaciona escola e fora dela, conheça e converse sempre com os pais dessas crianças para saber como elas agem e o que estão aprendendo em casa. 

Seguindo dicas simples, você logo vai garantir a segurança do seu filho e de outras crianças e evitar que acidentes como esse aconteçam. Além disso, é sempre importante pesquisar e saber quais são os desafios virtuais que estão famosos no momento, pois, assim, você conseguirá identificar sinais em seu filho de que ele ou algum amigo possam estar participando disso.

Promover a educação e segurança das crianças é seu dever como pai. 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: ALERTA! Você está atento aos desafios online que colocam a vida do seu filho em risco?