Vídeo de cachorro fazendo bebê dormir conquista internet e chama atenção para importante discussão

Família & Crianças

July 16, 2018 15:43 By Fabiosa

Nada melhor para alegrar o dia de qualquer um do que um vídeo de bebê ou animais de estimação fofos, né? Quando juntamos os dois, então, o resultado é ainda mais adorável. Esse é o caso de um vídeo caseiro que tem conquistado a internet. Nele, o cão Charlie aparece vigiando e fazendo movimentos com o berço para que a pequena Laura tenha um ótimo cochilo.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: O cão é o melhor amigo do homem e o mais parecido também!

No início da filmagem, a bebê parece inquieta e bastante desperta, mas com o embalo especial do amigo animal, ela logo abre o bocão para demonstrar que o sono está chegando.

Com mais de cinco milhões de visualizações, o vídeo fez o maior sucesso, mas também levantou uma importante questão: como os animais de estimação irão lidar com a chegada de uma nova criança?

Sem esperar pela resposta, muitas famílias optam por doar seus pets antes do nascimento da criança, mas crescer ao lado de um animal de estimação pode trazer inúmeros benefícios para crianças.

Além de melhorar o desenvolvimento afetivo e educacional, crescer ao lado de um animal de estimação melhora consideravelmente o sistema imunológico dos pequenos. Isso porque o animal representa o ‘mundo exterior’ , assim, a criança que tem contato com ele acaba fortalecendo seu sistema imunológico e se tornando mais saudável. Isso significa que ela passa a combater mais rápido problemas como tosse, coriza e infecções.

Essa convivência também vai resultar num índice bem mais baixo de alergias, asma e bronquite nas crianças. Uma vez que o sistema imunológico é fortalecido, a incidência de problemas respiratórios também tende a ser menor. O fato é comprovado cientificamente.

Ter animais, especialmente cães, também ajuda em pontos importantes como desenvolvimento da afeição e da empatia, além de reduzir os riscos de problemas como ansiedade e estresse. Afinal, quem consegue se estressar com um amigão desses, né?

Branislav Nenin / Shutterstock.com

Outro ponto fundamental é sobre a proteção. Os pets, principalmente as cadelas, têm um senso de proteção gigantesco. Conviver com uma criança desde pequena, faz com que o animal crie um laço fortíssimo com ela e a considere parte da família e, por isso, vai fazê-lo querer protegê-la de todos os perigos.

O cão e a chegada do bebê

Claro que a chegada de um novo integrante à família é sempre um momento muito importante. Se você tem um animal de estimação em casa, isso significa que vai ter menos tempo para ele, e obviamente isso vai gerar ciúmes.

De acordo com veterinários, cães apresentam um sentimento parecido com o ciúmes que nós, humanos sentimos. O nome dele é “potencial de reter recursos”. Ou seja, se o cachorro gosta de um objeto ou pessoa, passa a empenhar todos os seus esforços para “retê-la”.

Por isso, nada de chegar em casa com o bebê no colo e ir apresentando ele ao animal logo de cara. A dica de especialistas é que os donos aguardem um pouco até que ambos, bebê e cão, estejam mais confortáveis para iniciar essa aproximação.

Além disso, é importante ressaltar que seu cão não vai ficar agressivo e ameaçar a segurança do bebê. É normal que eles passem a latir, uivar e pular mais depois da chegada do pequeno, mas isso acontece porque o novo integrante os deixa inseguros e eles tentarão, de toda forma, chamar sua atenção.

Lidar com essas questões e deixar que a criança cresça ao lado de um amigo de quatro patas vai fazer toda diferença no futuro e tanto você quando seu filho vão agradecer por seu pet ter feito parte de momentos tão importantes.  

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Lealdade verdadeira: cão herói é baleado quatro vezes, mas consegue salvar seu dono adolescente