Será que a loteria é do mal? Veja 4 casos de vencedores que foram amaldiçoados pelo dinheiro

O sonho de muitos é ganhar uma bolada na loteria, ficar rico de forma fácil... Mas será que é possível ficar rico do dia pra noite sem nada em troca? Essas pessoas nos mostram que não.

Muito se diz que o dinheiro ganho dessa forma não é de origem divina, ou melhor é amaldiçoado. Há uma cultura, em parte por conta do cristianismo, que remete à origem pecaminosa que dinheiro provindo de jogos de azar podem levar as pessoas.

E é impressionante como alguns casos estranhos acontecem e que reforçam esse estigma que a loteria pelo mundo traz. Vamos relembrar os casos mais bizarros que fazem com que tenhamos certo medinho de ganhar milhões em dinheiro?

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Ganhar na loteria é sorte? Especialistas divergem e garantem que é possível aumentar suas chances com essas dicas!

1. O milionário do Ceará

Miguel Ferreira de Oliveira ganhou cerca de R$ 39 milhões de reais em 2011. Ele acumulava muitas dívidas em São Paulo e quando faturou a grana preta mudou para cidade cearense de Campos Sales.

Ele morava um casarão e era uma pessoa reservada, tinha dois filhos e não falava com os vizinho. Ferreira era separado e era dono de um depósito de construções na mesma cidade. Apesar de ter sido podre de rico, o empresário acumulava 36 meses de dívidas com a concessionária de energia elétrica do Ceará, R$ 10 mil, em uma loja de madeiras, R$ 459 com uma empresa de telefonia fixa e R$ 247 com celular. Mesmo assim era visto sempre em festas de luxo. Era Camaro, Mercedez... Mas, de acordo com os populares, já não tinha mais um centavo.

Miguel foi morto com três tiros na nuca, em fevereiro de 2018, sentado à mesa de um bar durante uma festa.

Não se sabe ao certo se a motivação do crime foi relativa à sua fortuna, mas a polícia acredita que o assassinato foi premeditado.

2. Ganhou na loteria e morreu de câncer duas semanas depois

Esse foi o triste fim de Donald Savastano. O carpinteiro norte-americano começou o ano de 2018 do jeito que pediu a Deus e faturou US$ 1 milhão (cerca de R$ 3,18 milhões, na cotação atual) na loteria. No entanto, morreu de câncer apenas 23 dias depois de ganhar .

Ele tinha 51 anos e vivia em Nova York e quando tentou ma raspadinha "Merry Millionaire", ganhou o prêmio máximo possível. "Para dizer a verdade, isso vai mudar as nossas vidas", celebrou. Donald tencionava comprar um caminhão e sair de férias, mas antes, aproveitou o dinheiro para ir ao médico. "Ele não tinha seguro e não estava bem de saúde havia um tempo, então quando conseguiu o dinheiro foi ao médico", contou Danielle Scott, que trabalha na loja em que Donald comprou o bilhete.

O autônomo descobriu que estava com câncer cerebral em estágio 4 e achou que o dinheiro o salvaria. Não salvou.

3. Viúva da Mega Sena

Adriana Ferreira Almeida Nascimento é mais conhecida como a Viúva da Mega-Sena, depois de matar o seu esposo, Renné Senna, que ganhou R$ 52 milhões em 2005. Ela foi mandante do assassinato de seu marido em dezembro 2007, depois que descobriu que ele a tiraria do testamento, após descobrir que ela o traia.

Adriana foi condenada em dezembro de 2016 a 20 anos de prisão e cumpria prisão domiciliar, quando em abril de 2017, a Justiça determinou que ela fosse para uma penitenciária e desde então e não voltou! Era considerada foragida até junho de 2018, quando foi presa! No julgamento a viúva, que era 25 anos mais jovem que Renné, admitiu que tinha um amante e estava com ele no dia do crime. Mesmo assim, foi comprovado que ela foi mandante do crime.

4. Perdeu o bilhete premiado e se matou

A maldição se estende para o mundo inteiro! Na Tailândia, um homem reuniu a família e os amigos para comemorar que ganhou na loteria o prêmio equivalente ao valor de R$ 4,4 milhões! Jirawut Pongphan tinha 42 anos, quando deu um fim trágico à sua vida. Ele acordou no dia seguinte e não encontrou o não conseguiu encontrou o bilhete premiado.

O desespero tomou conta dele e a única alternativa que ele pensou foi em tirar a própria vida. Então, atirou em si mesmo. “Me desculpem! Por favor, não culpem minha família. Eu realmente ganhei na loteria”, estava escrito em seu bilhete de despedida.

Como o prêmio não foi retirado, ainda não se sabe se outra pessoa roubou o tíquete. 

O que vem fácil pode ir fácil ou custar caro demais, não é mesmo?

 

Fonte: Extra, UOL, O Dia, Metropoles

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Ela ganhou milhões na loteria e ainda achou ruim!