Sai pra lá, olho gordo! O que os especialistas falam sobre a inveja e como nos defender dela

INSPIRAÇÃO

Sai pra lá, olho gordo! O que os especialistas falam sobre a inveja e como nos defender dela

Date October 10, 2018 20:09

Do que você tem inveja? Uma pessoa que tem um contrato de emprego melhor que o seu? Alguém com um relacionamento aparentemente perfeito? Aquele amigo que continua viajando e esbanjando aparente facilidade?

A inveja é mesquinha e avarenta, e sem dúvida o mais vergonhoso dos pecados mortais. Nós dificilmente confessamos nossa inveja nem para nós mesmos. Alguns psicólogos falam que as raízes da inveja são extremamente profundas e podem até ter nos ajudado a se desenvolver como espécie.

Primeiro: a inveja é a cobiça, o desejo de algo possuído ou exibido por outra pessoa e a dor que você sente ao não a possuir aquilo. As pessoas geralmente tem inveja de coisas relacionadas a status ou posses. Para a psicologia, a inveja branca é inveja.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Ignorado pela mãe ao nascer, este bebê elefante teve o coração partido e chorou de tristeza por 5 horas seguidas

Nossos ancestrais tribais viviam com medo de despertar a inveja dos deuses por seu orgulho ou boa sorte. Na mitologia grega, é a inveja de Hera por Afrodite que desencadeia a Guerra de Tróia. De acordo com o Livro da Sabedoria do Rei Salomão, é "pela inveja do diabo que a morte entrou no mundo". De acordo com o Livro do Gênesis, é por inveja que Caim assassinou seu irmão Abel. 

Sai pra lá, olho gordo! O que os especialistas falam sobre a inveja e como nos defender delaAntonio Guillem / Shutterstock.com

De acordo com a psicóloga Erika Ricci, a inveja é nada mais nada menos do que a irmã gêmea da falsidade. É o gatilho inicial para o ódio e a raiva. De acordo com a especialista, o famoso olho gordo é um sentimento que se firma na formação do caráter da pessoa! Ou seja, entre o nascimento e os 7 anos de idade, se define se a pessoa será invejosa ou não.

Além disso, os psicólogos destacam que a inveja é inerente ao ser humano e pode ter ajudado na evolução no passado, quando precisávamos sobreviver e vivíamos em constante conflito. Mas éramos praticamente animais e hoje somos seres sociais e a inveja é um sentimento muito negativo de destruição, sendo considerado por alguns o pior de todos os sentimentos. Muita gente não assume que sente isso por ser algo realmente ruim.

Inveja não é admiração. Admirar não é sentimento de dor pelo que o outro não tem. Não existe ódio nem raiva.  Admirar algo ou alguém é olhar para este objeto ou pessoa com olhos maravilhados. E muito invejosos dizem que sentem "inveja branca", pois estão a admirar. Mas, não existe inveja branca. Inveja é intoxicante, um pequeno furto de energia. Já na admiração, você apenas celebra o que o outro é ou tem e NÃO QUER PARA SI aquilo que o outro tem. 

Recalque é a inveja em com o requinte de provocação. A pessoa não mantém para si, não a esconde! Pelo contrário, esbraveja sua inveja, deseja mal e discursa contra o que o outro é ou tem.

Tudo isso é questão de caráter.

"A pessoa que sente inveja reflete uma determinada inferioridade intermediada por certa maldade", destaca Ricci! E só o sente, porque no mundo sempre existe alguém melhor ou pior que nós mesmos, o que nos faz ter juízo de valor.

Mas como identificar e se proteger de pessoas invejosas?

Veja com a Pat, do canal Luz da Serra, quatro dicas de como não cair nas garras dos invejosos:

Não deixe a inveja pousar em sua vida!

 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Sentir inveja do parceiro não é coisa de outro mundo! Saiba o que isso pode significar


O material deste artigo é destinado apenas a fins informativos e não substitui o conselho de um especialista devidamente habilitado.