Pesadelo da vida real! Essas histórias dos sequestros mais terríveis vão fazer você perder o sono

Sequestros são crimes hediondos! Afinal de contas, raptar uma pessoa e mantê-la em cárcere privado já é em si horrendo de se imaginar, levando em consideração as condições sub-humanas que a imensa maioria das pessoas é colocada, aí extrapola totalmente os níveis da crueldade.

Sempre torcemos e comemoramos para o melhor desfecho possível! E é lógico que eles existem. Quantos casos você já viu nos jornais que, depois de anos de tortura e privação de liberdade, pessoas sequestradas sendo resgatadas depois de dias ou anos de prisão? 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Sobreviventes do sequestro de Cleveland: Onde estão elas agora, 5 anos depois de escapar do cativeiro?

Mas é lógico que alguns desses casos famosos não tiveram um final feliz. Então, vamos mostrar a lista de alguns dos sequestros mais memoráveis na história!

Charles Augustus Lindbergh Jr.

Charles Lindbergh Jr., filho do icônico aviador Charles Lindbergh, que ostentou o título de ter sido o primeiro homem a sobrevoar o Oceano Atlântico, foi um dos casos trágicos de sequestros mais famosos até hoje pela repercussão política e mudança nas leis de sequestro dos Estados Unidos. 

O menino foi raptado em 1º de março de 1932 e encontrado sem vida em 12 de maio de 1932 numa caçada que uniu os EUA e mobilizou a todos. O sequestrador jurou inocência até o fim da vida, mas foi condenado à pena de morte.

Natascha Kampusch

Natascha Kampusch foi sequestrada e mantida em um porão dos 10 aos 18 anos. Ela fugiu do cativeiro em agosto de 2008 ao norte de Viena. O homem que a raptou, Wolfgang Priklopil, 44 anos, se matou se jogando na frente de um trem logo que percebeu que ela fugiu.

Elizabeth Fritzl

Elizabeth Fritzl foi sequestrada pelo próprio pai por 24 anos, a mantendo num porão. Josef Fritzl disse a todos que a filha havia fugido com uma seita, mas mantinha Elizabeth em cárcere privado. O pai estuprou Elizabeth diversas vezes e desse crime hediondo gerou sete filhos. Três, Josef adotou e os outros, ele jogou no porão. O último faleceu logo após nascer. Em 2008, Elizabeth foi resgatada e Josef foi condenado à prisão perpétua.

Julie Lejeune, Melissa Russo, An Marchal, Eefje Lamrecks, Sabine Dardenne e Laetitia Delhez

Na Bélgica, o pedófilo Marc Dutroux, preso em 13 de agosto de 1996, sequestrou e estuprou seis meninas e adolescentes. Ele assassinou quatro delas, enquanto duas permaneceram por vários meses em um esconderijo em uma de suas casas. Eram Julie e Melissa (oito anos), An (17 anos), Eefje (19 anos), Sabine (12 anos) e Laetitia (14 anos). Marc Dutrox foi condenado à prisão perpétua pelo assassinato das quatro primeiras em conjunto com um cúmplice, Bernard Weinstein.

Madeleine McCann

Ainda sem resolução até os dias de hoje, a menina britânica Madeleine McCann desapareceu perto de completar 3 anos em 12 de maio de 2007. As férias que a família passou em Portugal se tornaram um pesadelo que se estende até os dias de hoje. Várias pistas foram dadas à polícia, mas os pais continuam a busca até os dias de hoje.

Jaycee Dugard 

Jaycee Dugard foi raptada aos 11 anos de idade, em 1991. Ela estava esperando um ônibus em South Lake Tahoe, na Califórnia. Ela foi mantida em cárcere privado por 18 anos e concebeu duas crianças frutos do estrupro. Resgatada em 2009, porque seu sequestrador, Phillip Craig Garrido, visitou uma universidade acompanhado das meninas que nasceram em cativeiro e tinha um comportamento muito estranho. Preso, Dugard foi condenado a 431 anos. 

Ela escreveu o livro A Stolen Life (Uma Vida Roubada) para contar seu pesadelo.

Coleen Stan

Em maio de 1977, Coleen foi sequestrada por Cameron e Janice Hooker, quando pediu uma carona ao casal para ir a um aniversário. Ela foi mantida por sete anos como escrava sexual. Batizada com o nome de "K", os raptores a convenceram de que se ela fugisse, uma organização chamada "The Company" mataria toda a família dela. Foi libertada após a esposa planejar a fuga, pois alegou que também era vítima de Cameron.

Shawn Hornbeck

No final do ano de 2002, Hornbeck tinha 11 anos e andava de bicicleta para a casa de um amigo quando foi sequestrado no condado de Washington, no Estado do Missouri (EUA). Em janeiro de 2007 o sequestro do menino, foi descoberto meio que sem querer, quando outro rapto estava sendo investigado. O de Ben Ownby. Ambas as crianças foram encontradas no apartamento de Michael Devlin em St. Louis, depois de quatro dias que Ownby fora raptado. 

O criminoso foi condenado a 170 anos de prisão e, além do sequestro, estuprou e produziu pornografia infantil.

Eloá Cristina Pimentel

Em 13 de outubro de 2008, Eloá Pimentel tinha 15 anos de idade e foi sequestrada pelo o ex-namorado de 22 anos, Lindemberg Fernandes Alves, que invadiu seu apartamento em Santo André, armado com uma pistola. Ele liberou dois meninos que estavam no local, mas manteve presa Eloá e sua amiga Nayara Silva. O GATE (Grupo de Ações Técnicas Especiais ou Grupo de Ações Táticas Especiais) acompanhou de perto a situação.

Foram três dias de comoção nacional e o caso foi filmado por todos os veículos jornalísticos. No dia 16 de outubro o criminoso soltou Nayara, mas ela se ofereceu para voltar ao apartamento, para tentar negociar com o sequestrador (já que o GATE não conseguia resultado).

Horas depois, Lindemberg disparou vários tiros. Um no rosto de Nayara, um na cabeça e outra na virilha de Eloá. O GATE invadiu o apartamento e imobilizou o sequestrador. Eloá foi levada para o hospital, mas teve morte cerebral e morreu em 18 de outubro. 

O enterro da jovem foi acompanhado por 10 mil pessoas, tamanha a comoção que o sequestro causou.

Lindemberg foi condenado a 98 de prisão, mas a Justiça aplicou a pena máxima de 30 anos para o assassino.

Roberto Benito Junior

Os sequestros no Brasil não têm a tendência de serem muito longos, aliás, aqui foi criada a modalidade "sequestro relâmpago". Mas, no ano de 2001, o empresário Roberto Benito Junior passou um dos maiores períodos de sequestro na história do Brasil: 120 dias em cativeiro.

A família pagou 2,5 milhões de reais para os sequestradores e o empresário foi libertado. Em 2016, 15 anos depois, Vanderlei José da Silva foi preso na cidade de Sorocaba (SP).

Por conta dos diversos casos de sequestros relâmpagos no Rio de Janeiro, o Disk Denúncia nasceu em 1995 e hoje, se você testemunhar qualquer indício de sequestro, por favor, ligue no número 181.

 

Fonte: IstoÉ, R7, Globoplay, Terra

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Mulher tira selfie do seu próprio sequestro e envia foto para provar para psicóloga e pedir ajuda para se acalmar

Recomendamos