Em segredo, secretária acumula uma fortuna de US$ 9 milhõe

Em segredo, secretária acumula uma fortuna de US$ 9 milhões e doa quase todo seu dinheiro para estudantes carentes

Inspiração

June 7, 2018 15:56 By Fabiosa

Sylvia Bloom foi uma secretária de um escritório jurídico durante 67 anos. Ela começou a trabalhar na empresa Cleary Gottlieb Steen & Hamilton em 1947, em um período em que as secretárias cuidavam de quase tudo da vida de seus chefes, inclusive investimentos pessoais. E foi assim que Sylvia acumulou secretamente uma incrível fortuna de nada menos que 9 milhões de dólares.


De acordo com informações da sobrinha de Sylvia, Jane Lockshin, a secretaria aproveitava que seu chefe estava fazendo um investimento e sempre fazia o mesmo. Assim, quando seu chefe pedia para ela comprar uma ação, ela comprava também a mesma ação para ela, mas em menores quantidades, já que dependia do seu salário de secretária. E sem ninguém saber de nada, ela se tornou uma milionária.

Rost9 / Shutterstock.com

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Tia dá exemplo de amor incondicional e adota sobrinha com microcefalia

Sylvia cresceu no período da Grande Depressão. Ela cresceu no Brooklyn e se formou em Hunter. Ela estudava durante à noite e de dia trabalhava para se sustentar. No escritório, ela fazia de tudo, até mesmo comprar flores para esposa dos chefes. 


Um colega de trabalho de Bloom, Paul Hyams, que trabalhava como executivo de recursos humanos da empresa, chegou a ver a colega se dirigindo para o local de trabalho em meio a uma forte tempestade de neve. Nessa época, ela já tinha 96 anos. Ele chegou a questionar o que ela estava fazendo ali, e Bloom respondeu: “Onde eu deveria estar?”.


Foi mais ou menos nessa época em que a secretaria, sempre tão dedicada ao trabalho, decidiu se aposentar e se mudar para uma residência de idosos. Mas a prima dela afirma que ela queria principalmente encontrar um bom lugar para jogar uma partida de brigde. 


Casada com Raymond Margolies, um bombeiro que se aposentou e trabalhou como professor, muitos acreditam que nem mesmo ele soubesse da fortuna da esposa.


Ela faleceu em 2016 e deixou quase todo seu dinheiro para estudantes carentes. De acordo com o New York Times, US$ 6,24 milhões da propriedade de Sylvia Bloom foram entregues à Henry Street Settlement, uma instituição filantrópica, e outros US $ 2 milhões serão divididos entre o Hunter College e outro fundo de bolsas de estudo a ser anunciado.


E foi assim, sem dizer nada, que ela fez a diferença na vida de milhares de pessoas.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Vítima de câncer, morre milionário que dedicou sua vida e fortuna para ajudar pessoas: “É assim que devemos viver nossas vidas todos os dias