Para aquecer o coração! Esses jovens tiveram uma ideia inovadora para ajudar quem mais sofre com o frio nas ruas

Quem tem muito raramente pensa em quem não tem nada. Até porque, se você teve oportunidade de crescer em uma casa, com uma família estruturada e nunca teve que se preocupar com o que ia comer no almoço ou no jantar, é difícil olhar para o próximo. Mas alguns alunos de uma escola de Curitiba (PR) fizeram exatamente isso.

Ao participar do Programa Miniempresa, promovido pela organização social Junior Achievement, que incentiva jovens a empreender no mundo inteiro, os estudantes do 2° ano do Colégio Marista olharam para um problema grande, porém, pouco observado - moradores de rua. 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Morador de rua de BH faz sucesso por fazer tricô com agulhas fabricadas por conta própria!

Vivendo em Curitiba, uma das capitais mais frias do país, os moradores de rua estão entre os que mais sofrem com as temperaturas baixas e, principalmente, com as chuvas constantes na cidade. 

Para aquecer o coração! Esses jovens tiveram uma ideia inovadora para ajudar quem mais sofre com o frio nas ruasOleg Troino / Shutterstock.com

Diante disso, os jovens resolveram o problema ao criar um cobertor impermeável que os ajuda a descansar sem se molhar ou sofrer com o frio. O projeto é o primeiro da microempresa solidária Aquece (Veja abaixo um vídeo que explica como o cobertor é feito).

“Vai muito além do velho e comum legal e divertido, porque não adquiri, somente, experiência e conhecimento, até porque isso se consegue todo dia, mas o que eu adquiri também, foram as amizades e as histórias de vida de pessoas com realidade diferente da minha”, contou Lívia Tarasiuk em entrevista ao Razões para Acreditar

A melhor parte é que a ideia não se limita somente à cidade paranaense. O objeto é vendido na internet. O que significa que qualquer pessoa pode comprá-lo para doar para um morador de rua. 

Para ter certeza de que cada um chegará ao seu destino, os jovens implementaram cada cobertor com um número de série e um certificado.

Assim, cada comprador pode ver no site da empresa em que fase está do processo, se o cobertor foi confeccionado, se foi enviado e para qual instituição ele foi entregue.

Até hoje, são 188 cobertores feitos e 150 entregues ao seu destino. O que significa que 150 moradores de rua já puderam se aquecer nas noites mais frias, seja de Curitiba ou de qualquer cidade do Brasil. 

Atitudes como essa mostram que a humanidade caminha para um lugar bom, apesar dos encalços.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Compaixão! Policial ajuda morador de rua a se barbear para entrevista de emprego e viraliza na internet"

Recomendamos