Exemplo de superação! Sem um dos dedos, jovem desenvolveu

INSPIRAÇÃO

Exemplo de superação! Sem um dos dedos, jovem desenvolveu técnica nova e irá estudar em uma das maiores escolas de música do mundo

Date May 11, 2018 19:29

A música tem o poder de inspirar e abrir portas. Foi assim que aconteceu com um jovem do interior de São Paulo. Negro, sem condições financeiras de comprar o instrumento e ainda com um dedo a menos em uma das mãos, o jovem mostrou que com muita força de vontade e talento é possível conquistar qualquer objetivo. Hoje ele está com as malas prontas para estudar em uma das mais conceituadas escolas de música do mundo.

Com cinco anos de idade, Christian Gabriel sofreu um acidente que fez com que ele perdesse o dedo mindinho da mão esquerda. Ninguém poderia acreditar que assim ele poderia tocar um instrumento tão complexo como a viola de arco (Instrumento de cordas parecido com um violino). Mas Christian mostrou que era possível. Depois de entrar para o projeto social Musicrescer, em 2010, ele teve seu primeiro contato tom o instrumento e se apaixonou pela música.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Homens negros presos injustamente nos Estados Unidos abrem mão de indenização para ajudar outros jovens negros

“Era onde eu poderia ter um instrumento gratuito para estudar, sem que precisasse comprar, já que isso não era possível”, disse o jovem, que depois recebeu bolsa para estudar na Escola de Música do Estado de São Paulo. Seu talento logo foi percebido pelos professores. Um deles, Willian Cunha, ajudou o jovem na adaptação ao instrumento, pois Christian tinha que fazer com 3 dedos, aquilo que os outros músicos faziam com 4.

A adaptação foi tão bem sucedida que o jovem agora recebeu convite para estudar em uma renomada escola de música da Inglaterra, a Royal Academy of Music. Após passar por algumas etapas de seleção, Christian foi aprovado na escola e agora pede ajuda por meio de uma vaquinha virtual para realizar o sonho.

Christian está aprendendo inglês por conta própria e já imagina como será sua vida na Inglaterra. “Você imagina? Um dia, a gente tocando pra rainha, ela vai olhar aquela gente toda e pensar: quem é aquele pretinho sem um dedo ali? Sou eu!”, diz o jovem talentoso.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Duas vezes campeã olímpica, Natasha Hastings revelou que quase abandonou o esporte por causa do bullying na adolescência