Inclusão do amor! Mãe cria aplicativo para pais deficiente

INSPIRAÇÃO

Inclusão do amor! Mãe cria aplicativo para pais deficientes auditivos “ouvirem” o choro do bebê

Date June 9, 2018 16:30

Todo pai e mãe consegue entender o seu filho, até mesmo quando ele ainda nem sabe falar. Antes das primeiras palavras, os pais se conectam com seus bebês através de gestos, olhares e, principalmente, através do choro da criança. 

greenaperture / Shutterstock.com

Tem o choro de fome, de dor, de inquietação e para cada momento do dia do pequeno. Mas já se perguntou como seria se não pudesse ouvir o choro do seu bebê? É o que os pais deficientes auditivos enfrentam todos os dias. 

imagedb.com / Shutterstock.com

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Jovem mãe de 6 filhos desabafa sobre comentários preconceituosos que escuta: “Não tem TV em casa?”

Mas essa realidade pode finalmente ter mudado. Pensando na inclusão dos pais com problemas auditivos, um aplicativo capaz de interpretar o choro de um bebê e de dizer qual o provável motivo desse choro acaba de ser criado. A ideia inovadora foi desenvolvida pra Dra. Ariana Anderson e surgiu no Centro Médico da Universidade da California e do Instituto Semel.


O “ChatterBaby” utiliza frequências sonoras e padrões de silêncio para identificar quando o bebê está chorado. Através de um algoritmo, a ferramenta é capaz de apontar quase exatamento o significado de cada choro do bebê, sendo de uma precisão espantosa, de acordo com a criadora. Pode ser até mais exata que as vagas adivinhações feitas pelos papais de primeira viagem.


A ideia, que surge como uma mão na roda na vida de qualquer pai, veio, é claro, de quem mais entende do assunto: uma mãe. A professora assistente, mãe de quatro filhos e líder na pesquisa diz que a ideia surgiu depois que percebeu que o seu terceiro bebê tinha gritos semelhantes aos seus dois primeiros filhos. 


“Como sou estatística, vejo padrões em todos os lugares. Eu queria testar se os padrões vocais que eu podia ouvir em meus próprios filhos também estavam presentes em outras crianças”, afirmou Ariana. Para ela, o uso do  aplicativo não serve para ajudar somente os atuais pais de bebês, mas também para ajudá-los mais tarde, quando seus filhos forem mais velhos.


Uma facilidade para passar de pai para filho! 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Mãe faz desabafo emocionante sobre racismo sofrido por sua filha [vídeo]