Mãe solteira escreve desabafo emocionante e inspirador após se graduar em Direito por Harvard!

O sonho de constituir família e ser mãe é presente em grande parte das mulheres. Porém, ao contrário do que já foi um dia, a maioria das moças (juntamente com os homens) saem de casa diariamente para trabalhar e levarem o sustento da casa. Por isso, as famílias passaram a ter filhos de uma forma mais planejada e esperando o tempo correto.

Tierney MJ / Shutterstock.com

Mas, quando mesmo assim algo acontece e uma criança se encontra a caminho pode ser difícil e desesperador, porém, com um casal mais estruturado tudo pode ser resolvido. Entretanto, e quando uma criança está perto de chegar e a mãe não tem o pai para ajudar na criação?

Antonio Guillem / Shutterstock.com

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Professor recebe filho de aluna, que é mãe solteira, para que ela não faltasse à aula

Esse é um dos principais problemas mundiais. A falta do pai na criação de uma criança, infelizmente não é nenhuma novidade e nem um evento raro. Muitas mães solteiras se encontram na complicada situação de encarar os cuidados com um bebê e ainda precisam colocar a comida na mesa.

Lopolo / Shutterstock.com

Briana Williams é mais uma mãe que pode contar essa história com detalhes próprios. Mas, Briana não é qualquer mulher e nem sonha baixo. A moça é estudante de Direito da universidade de Harvard nos EUA, simplesmente um dos centros de estudos mais renomados do planeta.

Qualquer curso realizado na universidade é extremamente difícil e o Direito, até por ser uma profissão tradicional, não é diferente. Mas, Briana recebeu a notícia de que seria mãe e ela chegou logo no seu último e mais decisivo ano da graduação. Entretanto, engana-se quem acredita que ela desistiu de seu sonho.

Ela conta que pediu uma cesárea, pois, não desejava que o nascimento natural e inesperado da filha viesse a atrapalhar algum dos momentos finais do curso. Além disso, por vezes ela não tinha com quem deixar a criança e por isso mesmo a levava consigo para as aulas.

Em algumas vezes ela pediu para outros estudantes (do centro estudantil) olharem sua filha enquanto ela assistia uma aula, outras tantas vezes, Briana teve que levar a menina em seus braços e segurando-a em uma mão, escrever e anotar os conteúdos da aula, com a outra.

Porém, depois de muito esforço, luta e perseverança, a moça se formou e foi uma das mais festejadas da colação de grau do curso. Briana também aproveitou para desabafar em um belo texto em seu Instagram.

"Com Evelyn em meus braços e lágrimas escorrendo pela minha face, eu aceitei meu diploma de advogada por Harvard. Primeiro, como mãe solteira eu me tornei mais uma estatística. Depois, eu rezei que para o bem da minha filha, eu seria um exemplo!"

"Evelyn eles me falavam que por causa de você eu não conseguiria chegar aqui. Mas, saibam que eu só fiz isso tudo por causa exatamente de você(filha)!".

 

I gave birth to you, you gave life to me.

Uma publicação compartilhada por Briana Williams, J.D. (@lovexbriana) em

A história de Briana é linda e certamente quando Evelyn for maior, ela entenderá tudo que sua mãe passou para proporcionar uma boa vida para as duas e terá muito orgulho de sua grande e amorosa advogada!

Fonte: Sunny Skyz

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Mãe solteira, chefe de família, trabalhadora, mártir e injustiçada: esse é o perfil da brasileira que mais cresce e deveria ser homenageada todos os dias