Após operação histórica, bebê nascido de transplante de útero com doadora falecida completa 1 ano

Muitas mulheres sonham em se tornar mães, mas enquanto algumas engravidam com facilidade, outras podem passar muito tempo tentando gerar uma criança e acabar saindo frustradas com a experiência, tendo que recorrer a outros métodos que ajudem a realizar o desejo. Até então, a inseminação artificial e a adoção pareciam as únicas opções, mas um novo método acaba de ficar conhecido - o transplante de útero.

Após operação histórica, bebê nascido de transplante de útero com doadora falecida completa 1 anoApós operação histórica, bebê nascido de transplante de útero com doadora falecida completa 1 anoApós operação histórica, bebê nascido de transplante de útero com doadora falecida completa 1 anoNatalia Deriabina / Shutterstock

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Essa mulher foi fazer um ultrassom para ver seu bebê e descobriu algo terrível!

O primeiro e até então único caso registrado no mundo aconteceu no Hospital das Clínicas, em São Paulo, no fim de 2017. Segundo as informações que foram divulgadas somente agora pela revista The Lancetuma mulher recebeu o transplante de útero de uma doadora falecida e, assim, conseguiu engravidar.

Após operação histórica, bebê nascido de transplante de útero com doadora falecida completa 1 anoApós operação histórica, bebê nascido de transplante de útero com doadora falecida completa 1 anoApós operação histórica, bebê nascido de transplante de útero com doadora falecida completa 1 anoSyda Productions / Shutterstock.com

A receptora nasceu com uma condição bastante rara, conhecida como Síndrome Mayer-Rokitansky-Küster-Hauser, o que significava que não possuía útero e, assim, nunca poderia engravidar. Ao completar 32 anos, em 2016, conseguiu fazer o transplante. 

Até então, outros transplantes de útero haviam sido realizados ao redor do mundo, porém, nenhuma criança havia nascido depois do procedimento, o que torna o fato inédito.

A cirurgia foi toda realizada pela equipe do hospital, que é parte da Universidade de São Paulo (USP) e, agora, os resultados positivos foram divulgados em uma das publicações de medicina mais importantes do mundo.

Notícias como essa são extremamente importantes para o Brasil, pois mostra que mesmo estando atrás de outros países mais desenvolvidos em outros temas, a medicina e a ciência continuam sendo parte importante da nossa cultura e da nação.

Após operação histórica, bebê nascido de transplante de útero com doadora falecida completa 1 anoApós operação histórica, bebê nascido de transplante de útero com doadora falecida completa 1 anoApós operação histórica, bebê nascido de transplante de útero com doadora falecida completa 1 anoSyda Productions / Shutterstock.com

Esperamos que outros casos parecidos possam ser registrados em breve, pois trazem esperanças para mulheres que não podem engravidar.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Mulher que nasceu sem vagina se torna a primeira no mundo a reconstruir o órgão inteiro com cirurgia inovadora!