Menina cega de três anos consegue enxergar e se emociona ao ver sua mãe pela primeira vez na vida

Uma criança cega de apenas três anos ficou conhecida no mundo inteiro por sua história emocionante. Seu nome é McKinley Sovey. Ela nasceu sem qualquer problema de saúde, mas conforme foi se desenvolvendo, seus pais – Parker e Julie Sovey - perceberam que havia algo diferente em sua visão.

Com um ano de idade, Mckinley demonstrava enxergar apenas movimentos e sombras e a partir daí começaram as investigações médicas, quando foi diagnosticado um problema de retina chamado de Amaurose Congênita de Léber. Essa é uma doença hereditária, que pode gerar degeneração gradativa na retina, tecido que identifica a luz e a cor.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: O milagre da adoção! Após ter sido abandonado por três famílias por causa de um transtorno, Enzo ganha um lar

Depois de procurar muitos médicos, eles conseguiram um profissional que realizou um procedimento revolucionário e praticamente inédito e Mckinley Sovey foi a pessoa mais nova a se submeter a essa cirurgia.

Trata-se de um tipo de terapia genética e, na prática, o procedimento consiste em aplicar no olho um gene corretivo, que reproduziria a enzima responsável pela identificação das luzes e das cores.

Os pais precisaram viajar até Wisconsin, ao Hospital Infantil da Universidade de Iowa, onde a filha receberia a cirurgia em um dos olhos. Eles tinham a esperança do problema estacionar, de forma que ela preservasse a visão que ainda tinha, mesmo que reduzida.

Para surpresa dos pais, o resultado foi melhor do que o esperado. O momento histórico que emocionou os pais, os médicos e o mundo foi quando Mckinley Sovey enxergou pela primeira vez e reconheceu a sua mãe.

A história da menina que enxergou pela primeira vez apareceu em um post publicado pela mãe nas redes sociais, emocionando o mundo e em apenas três semanas já rendeu mais de 2 mil visualizações.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Viraram estrelinha no céu! Veja alguns famosos que já morreram e você talvez não se lembre