Herói da vida real! Imigrante ilegal que escalou prédio pa

Herói da vida real! Imigrante ilegal que escalou prédio para salvar criança em Paris vai receber nacionalidade francesa e emprego no Corpo de Bombeiros

Inspiração

May 30, 2018 19:15 By Fabiosa

Esse herói da vida real se chama Mamoudou Gassama. Ele foi reconhecido assim depois de ter escalado quatro andares para salvar uma criança, que estava pendurada na sacada de um prédio localizado no 18.º bairro de Paris.

Sem dúvidas, ele é o tipo de gente que não mede esforços para ajudar o próximo. Ao ser entrevistado pela emissora francesa BFMTV, o jovem contou que, quando viu o menino pendurado, "não pensou, apenas salvou o garoto".

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: “Linhas da vida”: blogueira supera trauma e aprende a aceitar o seu corpo com estrias

O vídeo que registra o ato heróico do jovem de 22 anos viralizou na web e mostra como tudo aconteceu. Em menos de um minuto, ele escala os quatro andares até que consegue colocar o garoto para dentro do apartamento.

Imigrante do Mali, em condição ilegal na França e morando em um abrigo, Mamoudou foi recebido por Emmanuel Macron no Palácio do Eliseu, na segunda-feira (28). Além de ter agradecido por seu gesto admirável e lhe entregado uma medalha em reconhecimento a sua bravura, o presidente francês afirmou que ele receberia cidadania francesa e um emprego no Corpo de Bombeiros.

Ao mesmo tempo em que foi incrivelmente valente, o africano sentiu medo depois que salvou a criança: "Fui para a sala do apartamento e comecei a tremer. Precisei me sentar e perguntei ao menino porque tinha feito aquela bobagem. Ele não me respondeu".

Quando os bombeiros chegaram ao local, a criança já tinha sido resgatada. O porta-voz dos bombeiros, futuro colega de profissão do imigrante, reconheceu o bom preparo físico e a coragem de Mamoudou.

Depois do grande susto, os dois foram levados ao hospital para fazer exames de rotina. O "herói" teve alguns arranhões e ficou com dor no joelho. O garoto saiu ileso, mas ficou em choque. 

Autoridades locais disseram que os pais do menino, de quatro anos, não estavam em casa na hora que ele foi para a sacada. A mãe estava fora do país e o pai foi detido para ser interrogado. A guarda da criança foi retirada da família temporariamente.

Incrível a coragem de Mamoudou, não é? É de gente assim que o mundo precisa.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Uma união generosa! Costureiras voluntárias se unem para enviar 600 vestidos a meninas da África