Dinamarquesa volta da morte e se vê presa em seu próprio c

INSPIRAÇÃO

Dinamarquesa volta da morte e se vê presa em seu próprio corpo

Date June 11, 2018 19:04

Rikke Schmidt Kjaergaard é uma dinamarquesa casada e mãe de 3 filhos , que quando tinha 38 anos, começou a se sentir um pouco mal depois de um passeio em família.

Politikens Forlag / YouTube

Ela disse que estava sentindo um pouco de frio e foi se deitar, 15 minutos depois, sua temperatura tinha subido para 42ºC e seu marido logo percebeu que algo não ia bem.

Politikens Forlag / YouTube

Rikke relutou em chamar um médico, mas felizmente foi convencida por seu marido e o que ela achava ser uma simples gripe era, na verdade, um meningite bacteriana mortal.

Politikens Forlag / YouTube

Ela foi levada a um hospital e seu coração parou de bater por 40 segundos na ambulância.

Desacreditada pelos médicos, que disseram a seu marido para se preparar para o pior, Rikke ficou 10 dias em coma e ao despertar percebeu que não podia se mover, ela estava presa no próprio corpo.

Politikens Forlag / YouTube

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Desacreditado, homem volta de coma e beija sua esposa

Depois de algum tempo, sua família e ela perceberam que ela podia se comunicar por meio de piscadas de olho. Uma piscadela significava "não" e duas eram "sim". 

 

Pouco a pouco Riike foi se recuperando e após 5 meses internada, contrariando todos os prognósticos e com algumas sequelas, ela retomou sua vida e acaba de lançar um livro contando sua experiência.

Politikens Forlag / YouTube

Intitulado "The Blink of an Eye" - "Em um piscar de olhos", em tradução livre, o livro tem como objetivo, além de contar tudo o que passou, ajudar médicos a entenderem melhor as pessoas que ficam impossibilitadas de se comunicar.

Politikens Forlag / YouTube

Ela diz que tem total consciência da bênção que recebeu e quer que sua experiência ajude as pessoas a darem valor a suas vidas.

"Quero devolver a vida com este livro. E viver a vida, dia a dia.", disse ela em entrevista à BBC.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Após 15 anos em coma, homem recupera a consciência