Duas vezes campeã olímpica, Natasha Hastings revelou que q

INSPIRAÇÃO

Duas vezes campeã olímpica, Natasha Hastings revelou que quase abandonou o esporte por causa do bullying na adolescência

Date May 10, 2018 14:09

Quem vê a grande velocista no auge de sua forma física, com um currículo invejável, não imagina que ela chegou a cogitar abandonar a carreira por conta do bullying sofrido na adolescência. Hoje considerada a “rainha do revezamento”, Natasha Hastings precisou de muita força de vontade e perseverança para alcançar o sucesso na profissão.

Filha de ex-atleta, Natasha se interessou desde cedo pelo atletismo. Isso fez com que ela tivesse um físico muito diferente para a sua idade. Com um corpo muito forte, fora dos padrões para uma garota de 15 anos, ela acabou sofrendo com apelidos e xingamentos na adolescência. Por um longo período, a jovem atleta ouviu que seu corpo era masculinizado. Para o esporte, o perfil de seu biótipo era perfeito, mas isso refletia negativamente na sociedade.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Atleta britânica faz alerta sobre síndrome causada por treinos puxados e má alimentação

Houve horas em que não acreditei em mim. Não sabia se poderia ir além. Nesses momentos, foi preciso ter pessoas para apoiar e dar aquele empurrão.”, disse Natasha, que alcançou as maiores premiações que um velocista pode querer. Aos 31 anos, a atleta já conquistou 5 medalhas de ouro em Campeonatos Mundiais e 15 pódios em competições de nível internacional.

Natasha também conseguiu o lugar mais alto do pódio no evento mais cobiçado por atletas do mundo todo. Por duas vezes, ela levou a medalha de ouro em Jogos Olímpicos, Pequim (2008) e Rio de Janeiro (2016).

O bullying com meu corpo me afetou, mas também me transformou e fez crescer”, disse a atleta que acumula vitórias, dentro e fora das pistas de atletismo.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Cena emocionante: Competidora precisa de ajuda de outra atleta para cruzar a linha de chegada em maratona