Mulher viraliza ao mostrar como seu namorado a ajuda durante

SAÚDE E ESTILO DE VIDA

Mulher viraliza ao mostrar como seu namorado a ajuda durante crises de ansiedade

Date May 19, 2018 00:04

A ansiedade é um dos males mais comuns na atualidade. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, ela atinge mais de 10 milhões de pessoas no mundo, sendo mais comum em mulheres. Com o número de casos cada vez maiores, existem muitas informações disponíveis sobre as maneiras de lidar com esse problema. 

Simone van den Berg / Shutterstock.com

Mas parece que nenhuma foi tão útil como a que essa mulher norte-americana compartilhou em seu Twitter. Ela criou uma lista sobre 15 maneiras de conseguir realmente lidar com crises de ansiedade, para que o namorado dela pudesse ajudá-la nos momentos em que ela precisasse.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: 4 fatores que explicam por que as mulheres são mais vulneráveis aos transtornos de ansiedade

Kelsey Darragh elaborou a lista e decidiu compartilhá-la na sua conta do Twitter, como uma maneira de poder ajudar outras pessoas que passam pela mesma situação. 

“Eu tenho distúrbio de ansiedade. Meu namorado não... mas quer entender e me ajudar. Então eu fiz essa lista. Sintam-se à vontade para compartilhar com quem ama e que precisa de ajuda”, disse a mulher em sua publicação.

Na lista de Kelsey, a dica número sugere que, no caso de um ataque, quem está ao lado deve saber que a pessoa está em pânico e não sabe o motivo. Por isso, não precisa surtar ou ser impaciente com quem está passando por aquilo. Em seguida, para ajudar, procure a medicação e insista que ela a tome.


A lista também diz que exercícios de respiração vão deixar a pessoa em pânico frustrada, mas que eles realmente são importantes. Então, quem quer ajudar deve tentar guiar a vítima a acompanhar o ritmo de sua respiração para tentar acalmá-la.

Daxiao Productions / Shutterstock.com

Entre outras dicas, a mulher diz que sugerir coisas para os dois fazerem juntos e que possa a distrair do pânico também ajuda, assim como lembrá-la que isso já aconteceu outras vezes e que vai passar, como sempre passou.
A publicação de Kelsey não demorou muito a viralizar na internet e alcançou mais de 21 mil curtidas e 200 comentários. 


Muitas pessoas acabaram se identificando com a situação dela, agradeceram e compartilharam também suas experiências.


Por fim, Kelsey deu uma dica crucial: ter empatia. Mesmo que você não entenda o que a pessoa está passando, se colocar no lugar dela pode ajudar, e muito.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Ansiedade pode ser sintoma de baixa autoestima