Confundida com virose, doença rara e autoimune pode levar à anemia extrema e até morte!

Saúde e Estilo de Vida

August 1, 2018 15:15 By Fabiosa

Muitas vezes, doenças têm sintomas que se parecem com outras condições e, por isso, existe uma dificuldade em se conseguir um diagnóstico. Esse é o caso da Doença de Crohn, uma condição rara e autoimune cujos primeiros sintomas lembram uma simples virose. Mas, se não diagnosticada e tratada corretamente, pode, inclusive, levar à morte. 

Africa Studio / Shutterstock.com

Para demonstrar os efeitos da doença, o portal  Viva Bem fez uma entrevista com Carlos Eduardo Alonso, de 30 anos, que foi diagnosticado com Crohn após dois anos apresentando sintomas que os médicos desconheciam e tratavam como virose ou problema cerebral, devido a alguns episódios de desmaios.

De acordo com ele, logo após o diagnóstico e início do tratamento, foi preciso buscar ajuda terapêutica para lidar com a perda do emprego e a rotina intensa de internações. "Tinha dia que eu ia no banheiro 15 vezes. Cheguei a usar fralda e pensei em me matar pela situação que estava vivendo", confessou. 

Com um quadro avançado da doença, Carlos precisou passar por uma cirurgia de emergência e chegou a ouvir dos médicos que aquela era sua última manhã de vida. Além disso, precisou usar bolsa para colostomia, já que o intestino grosso não funcionava normalmente

Conheça a doença de Crohn: 

Quem ela afeta?

De acordo com estudos, a doença de Crohn atinge tanto homens quanto mulheres, e normalmente aparece na faixa etária dos 15 aos 35 anos. 

Sintomas

No geral, os sintomas da doença de Crohn são bem parecidos com os de uma intoxicação alimentar. Por isso, existe um certo nível de dificuldade em diagnosticá-la. No entanto, os primeiros sinais de que algo está errado são dor abdominal, febre, diarréia, perda de peso e fraqueza. Em alguns casos, a doença pode acabar se manifestando na pele, e causar feridas. 

diy13 / Shutterstock.com

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Diarreia: manter o corpo hidratado e fazer uma alimentação leve são alguns cuidados importantes

A doença ainda apresenta fases, e seus sintomas variam de acordo com cada uma: 

Fase 1 - Leve a moderada: diarréia frequente e dor abdominal. 

Fase 2 - Moderada a grave

  • Febre;
  • Perda de peso significativa;
  • Dor abdominal e sensibilidade;
  • Náusea;
  • Vômitos intermitentes;
  • Anemia significativa.

BlurryMe / Shutterstock.com

Fase 3 - Fulminante

  • Febre alta;
  • Vômitos persistentes;
  • Evidências de obstrução intestinal ou abcesso;
  • Perda de peso grave.

Causas

As causas da Doença de Crohn ainda são indefinidas. Mas quem estuda o tema descobriu que a maioria dos pacientes já apresentava uma pré-disposição genética, além de fatores como consumo de alimentos industrializados ou quimicamente modificados também aumentarem as chances dela se desenvolver. 

Adisa / Shutterstock.com

Diagnóstico e tratamento 

O diagnóstico é feito por meio de exames médicos, e, uma vez identificada a doença, o tratamento normalmente é feito com medicamentos prescritos pelos médicos. Entretanto, alguns casos mais graves, como um estágio mais avançado da doença, pode exigir cirurgia. 

S_L / Shutterstock.com

Além disso, a doença de Crohn não tem cura. Por isso, todo tratamento visa melhorar a qualidade de vida dos pacientes. 

Câncer de intestino

Embora seja raro, a Doença de Crohn pode, sim, acabar evoluindo para um câncer de intestino. No entanto, especialistas garantem que isso só ocorre quando existe uma longa evolução da doença e ela permanece por muito tempo no nosso organismo. 

aslysun / Shutterstock.com

Para evitar que isso aconteça é ideal fazer exames periódicos, também. 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Doença de Crohn: quais são os sintomas e como evitar que a doença piore