Sua avó tinha razão! Algumas coisas não devem ser feitas durante o período menstrual

O período menstrual há algum tempo deixou de ser um pesadelo, embora ainda gere desconforto. Mesmo assim, atualmente existem inúmeros recursos que podem ser utilizados, tanto para o fluxo menstrual quanto para as cólicas, tanto que muitas mulheres até se esquecem de que estão “naqueles dias”.

alesjab / Shutterstock.com

O desejo real da maioria das mulheres é de fato ter uma vida normal e não ter que se privar de nada, como diziam as avós.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Orégano: uma arma poderosa na batalha contra a cólica menstrual

Não pode fazer muito esforço físico”, “Não pode ter relações sexuais durante o ciclo”, “Não pode tomar banho de banheira”, “Não pode andar descalço”.

Essas são apenas algumas orientações dos tempos das vovós que hoje são levadas a sério. No entanto, por mais que se queira ter uma vida rotineira mesmo nestes dias, algumas coisas devem ser evitadas:

Evite depilação à cera ou ver filmes comoventes: é certo que neste período a mulher está mais sensível, tanto para a dor física quanto para a dor emocional. Por isso é bom evitar situações em que você precise “ser forte” nestes dias.

Pavlovska Yevheniia / Shutterstock.com

Não reduza a proteção: é comum que a mulher utilize menos proteção durante o sono, acreditando que o fluxo será menor ou usar uma roupa mais clara ou transparente confiando no absorvente. Nestes dias, é bom evitar, porque o efeito pode ser exatamente o inverso.

Evite consumo de muito sal ou produtos lácteos: a alimentação com excesso de sal gera retenção de líquidos, aumentando o inchaço. Além disso, o consumo de produtos lácteos favorece a produção do ácido araquidônico, que pode gerar mais cólicas na região inferior do abdômen.

svershinsky / Shutterstock.com

Além destas dicas, também vale lembrar-se de checar sempre o absorvente e não ficar com ele por longos períodos. No geral, vale lembrar-se das antigas orientações das vovós e filtrá-las usando o bom senso. No final, dá tudo certo!

Fonte: Família

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Uma empresa indiana quer dar "licença menstrual" para mulheres que sentem dor durante esse período


Este artigo é meramente informativo. Não se automedique e, em todos os casos, consulte um profissional de saúde certificado antes de usar qualquer informação apresentada nesta publicação. O conselho editorial não garante nenhum resultado e não assume qualquer responsabilidade por danos que possam resultar da utilização das informações constantes no artigo.