Companheiro de cama! Seu colchão pode estar oferecendo risc

SAÚDE E ESTILO DE VIDA

Companheiro de cama! Seu colchão pode estar oferecendo riscos para sua saúde

Date August 13, 2018 14:40

Depois de dormir a noite inteira, você não consegue entender por que acorda dolorido, com dores nas costas, com o nariz congestionado e dor de cabeça?

Você já parou para pensar que o seu colchão pode estar gerando prejuízos para sua saúde?

fizkes / Shutterstock.com

O colchão acaba sendo o nosso maior companheiro nas noites de sono. Passamos cerca de um terço de nossas vidas deitados, por isso é importante cuidar dele com toda a atenção, desde a compra até os cuidados no dia a dia:

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: “Herança da Vovó”! Conheça os benefícios do Leite de Rosas e aprenda a fazer em casa

- Momento da compra: no caso de preferir os colchões de espuma, a densidade muda de acordo com o peso e altura. No caso de colchão de casal de molas, o ideal é que sejam molas independentes para que se adapte à diferença de peso do casal.

- Camadas e materiais de fabricação: entre os materiais utilizados para preenchimento e acabamento estão: o poliuretano, composto por tolueno. Em temperatura ambiente, esse material libera uma substância que é classificada pela Agência Nacional de Pesquisa sobre o Câncer como prejudicial para a saúde, causando asma, dor de cabeça, tosse, desmaio e aumentando as chances de câncer. O ideal é sempre adquirir colchões fabricados de látex natural, algodão, lã, fibra de coco e de bambu.

- Cuidado no dia a dia: a forma como você preserva seu colchão pode fazer muita diferença em sua saúde. Mantenha-o constantemente ventilado, use sempre um protetor de colchão, mude sempre a posição do colchão e sempre mantenha o colchão limpo e higienizado com bicarbonato de sódio.

Respeite a vida útil do colchão. Veja sempre com o fabricante qual o tempo de vida e sempre troque quando estiver velho. Cuide bem do seu colchão e ele cuidará de você.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: O amor cura? Médica desiste de suicídio assistido depois que um ex-namorado insistiu para que ela lutasse pela vida


Este material é destinado apenas a fins informativos. Alguns dos produtos e itens discutidos neste artigo podem causar reações alérgicas ou danos à saúde. Antes de fazer uso deles, consulte um especialista devidamente habilitado. Os editores não são responsáveis por quaisquer consequências que possam ser causadas pelo uso dos métodos, produtos ou itens descritos neste artigo.