Estudos indicam que mulheres negras têm maior propensão a

SAÚDE E ESTILO DE VIDA

Estudos indicam que mulheres negras têm maior propensão a ter o tipo mais agressivo de câncer de mama. Entenda o motivo

Date May 16, 2018 14:12

Os riscos do câncer de mama são alertados em todo o mundo. O Instituto Nacional do Câncer (INCA) constatou que o Brasil teve quase 58 mil casos de câncer de mama no ano de 2016. No mesmo ano, os Estados Unidos tiveram 200 mil novos casos, sendo que 20 mil mulheres morreram por conta da doença.

Stock-Asso / Shutterstock.com

São mais de 12 mil mulheres que perdem suas vidas todos os anos no Brasil para o câncer de mama. Desse total, as mulheres negras são as que mais morrem, mesmo não sendo as com o maior número de casos. Alguns motivos apontam para uma maior mortalidade entre as mulheres negras.

DNA

Uma pesquisa realizada pela Universidade de Buffalo, nos Estados Unidos, mostrou que as mulheres negras trazem uma variação na formação genética que favorece o surgimento do câncer de mama antes mesmo dos 40 anos.

muratart / Shutterstock.com

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Esse truque pode ajudar a prevenir o câncer de mama

Triplo-negativo

As mulheres negras são duas vezes mais atingidas pelo tipo de câncer chamado de triplo-negativo. O triplo-negativo é uma manifestação mais agressiva da doença, que é mais difícil de ser diagnosticada, não possui terapia específica e se espalha com maior facilidade pelo corpo.

Diagnóstico precoce

As mulheres negras possuem uma maior propensão a desenvolver o câncer de mama de forma precoce, antes dos 30 anos. As campanhas de prevenção contra o câncer de mama no país indicam que a mamografia deve ser realizada entre os 50 e 69 anos, o que faz com que muitas mulheres negras não descubram a doença no momento certo.

Dewayne Flowers / Shutterstock.com

Além da mamografia, é recomendado que as mulheres façam o autoexame. Com o procedimento, muitos casos podem ser tratados de forma precoce, evitando o desenvolvimento do câncer.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: 7 hábitos cotidianos que podem levar ao câncer de mama