Você seria capaz de fazer uma terapia com cobras para se li

Você seria capaz de fazer uma terapia com cobras para se livras do estresse?

Saúde e Estilo de Vida

July 23, 2018 18:54 By Fabiosa

Que os cachorros são considerados os melhores amigos dos homens, isso já sabemos, mas você sabia que outros animais podem ser amigáveis sendo úteis na recuperação de doenças e transtornos que afetam os seres humanos? 

Keith Michael Taylor / Shutterstock.com

O uso de animais durante sessões de terapia dificilmente é um conceito novo. No final dos anos 1800, já haviam sido feitas grandes descobertas sobre o uso de terapia animal.  

Segundo pesquisas da época, especialistas notaram que pequenos animais de estimação ajudavam a reduzir a ansiedade em crianças e adultos, que viviam em hospitais psiquiátricos e o melhor de tudo, os pequenos animais desempenhavam um papel fundamental na recuperação dos pacientes. 

Tom Reichner / Shutterstock.com 

Partindo disso, este foi um momento crucial para a terapia animal, e foi o que ajudou a dar início a um tratamento confiável para a ansiedade e os distúrbios emocionais. 

Hoje em dia os animais considerados asquerosos por muitos, integram uma linha de frente no combate contra diversas patologias inclusive em crianças. 

IgorVetushko / Shutterstock.com

 

A réptil terapia, nada mais é que uma terapia utilizando répteis como: cobras, lagartos, iguanas e jacarés. Cada animal é escolhido de acordo com o perfil do paciente e o objetivo a ser alcançado com o tratamento. 

Também conhecida como Massagem Ofídia, está terapia pode até dar medo em muita gente, mas aqueles que já a realizaram garantem que o passeio das cobras e os outros animais utilizados, é relaxante e acalma. 

 

O método em adultos pode servir para aliviar dores musculares e ajudar na melhoria da movimentação do paciente. Teoricamente, faz muito sentido, já que sabemos que as cobras têm uma grande força muscular e são capazes de matas suas pequenas presas por constrição. 

Logo os defensores da massagem, acreditam que os movimentos musculares aliados com o peso corporal são excelentes para garantir uma massagem terapêutica. 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Tratamento facial nada comum é nova febre entre celebridades

Os répteis também podem auxiliar na reabilitação física e emocional nas pessoas com variados casos clínicos. 

 Está técnica vem sendo muito utilizada com crianças e segundo seus defensores é muito benéfico os resultados alcançados com os pequenos.  

Seja de ordem motora ou cognitiva, o método ajuda muito para aperfeiçoar a capacidade de concentração e convívio social das crianças, com dificuldade nestes aspectos ou até mesmo os que possuem transtornos psicológicos detectados e outras deficiências mais graves, como paralisia cerebral, por exemplo. 

 

A Walking Equoterapia, é uma ONG, pioneira nesse tipo de tratamento no Brasil. Atualmente muitos estão recorrendo ao método e a ong deixa bem claro que, os bichos utilizados possuem registro no Ibama e não há nenhum tipo de violência ou violação dos direitos dos animais.  

O acompanhamento é feito por uma equipe de profissionais qualificados, composta por fisioterapeutas, psicólogos, fonoaudiólogos, pedagogos e psicopedagogos, além de instrutor de equitação. O contato com os animais é feito por meio de toque, carícias e exercícios terapêuticos, que estimulam o desenvolvimento dos cinco sentidos. 

 

No caso das crianças, os benéficos são em dobro, já que a terapia também ajuda para firmar a consciência ambiental na preservação das espécies utilizadas e no conhecimento adquirido. 

Os resultados são bastante perceptíveis, deste a primeira sessão é possível notar mudanças nos comportamentos e nas funções musculares dos que se submetem ao tratamento, principalmente depois dos momentos de adaptação com os animais. 

 

E você teria coragem? 

 

 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Ajuda psicológica: quando é o momento de fazer terapia?