Sarna humana: descubra os principais sintomas e tratamentos para essa incômoda doença de pele

Quando pensamos em sarna, logo nos vem a mente a imagem de um cãozinho com aquele indesejado problema de pele. Mas o que nem todo mundo sabe é que a sarna pode acontecer também em humanos e é mais comum do que imaginamos.

Voyagerix / Shutterstock.com


Assim como nos animais, a sarna em humanos também ocasiona coceira intensa e vermelhidão. Apesar de ser contagiosa, só podemos pegar de outras pessoas e não dos nossos bichos de estimação, já que são causados por parasitas diferentes. Na dúvida, vamos esclarecer agora os detalhes dessa doença que incomoda qualquer um.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Saiba quais são as doenças de pele que mais afetam o bem-estar das pessoas


O que é?

A sarna é uma doença de pele causada pelo ácaro Sarcoptes Scabiei. Também chamada de escabiose, ela é contagiosa e mais comum em crianças. Esse ácaro se aloja na pele e deposita seus ovos, que demoram 3 a 4 dias para eclodirem as larvas. A doença se desenvolve como uma reação alérgica aos ovos e larvas deixados pelo bichinho no meio do caminho.

Quais os principais sintomas?

Os sintomas mais comuns são coceiras intensas e vermelhidão, acompanhados de bolhas na pele e linhas pertos das bolhas, que mais parecem caminhos. As coceiras são mais intensas durante a noite. É mais comum que aconteçam na cintura, cotovelos, dedos, axilas e até regiões genitais.

Os sintomas podem demorar até 2 meses para aparecer, mas caso haja algum caso com alguém próximo, é bom ficar atento, pois é uma doença altamente contagiosa.

 

Sarna Notoédrica, reparem o ovo em seu interior! Quase nasce várias sarninhas! 🙀

Uma publicação compartilhada por Tatiane Pirani (@tatianepiranidermatovet) em

 

Transmissão

O contágio pode acontecer pelo contato direto com a pele. Por isso, é importante tomar alguns cuidados para evitar a transmissão. Uma boa dica é não compartilhar toalhas nem roupas não lavadas. Além disso, fique atento à higiene, sempre lavando a pele pelo menos uma vez ao dia.

Como tratar?

O tratamento de sarna normalmente é feito com cremes e loções, de acordo com a gravidade do caso. Um dos principais medicamentos indicados é a permetrina, um crime que elimina ácaros e ovos e que pode ser utilizado tanto por adultos como por crianças a partir de 2 anos e grávidas. Já no caso do croamiton, o crime ou loção não é indicado para gestantes e lactantes.

 

SARNA Está enganado quem pensa que ninguém mais pega sarna hoje em dia ! A sarna ou ESCABIOSE é causada por um ÁCARO minúsculo que passa quase que desapercebido ao exame a olho nu. Ele entra na pele através de microtúneis e deposita seus ovos, causando uma resposta inflamatória que COÇA MUITO !!! Pegamos através do contato direto e prolongado com PESSOAS/ OBJETOS E ANIMAIS que tem a doença. ( inclusive durante o contato sexual) . Atenção; a coceira é mais intensa a noite,que acomete dedos mãos , punhos, quadril e sob as mamas. O tratamento pode ser com medicamentos em comprimido ou creme,  e deve ser realizado por todos aqueles que convivem com a pessoa doente . Na dúvida, procure um dermatologista !! # dramairaastur #institutoastur #dermatologista #pele #piel #skin #sarna #escabiose #coceira #scabies #acaro #escabiosecanina #pruritus

Uma publicação compartilhada por Dra. Máira M.M. Astur (@maira_astur) em

Outra modalidade de medicamento é o comprimido de ivermectina, que fortalece o sistema imune. Porém, grávidas, lactantes e crianças com menos de 15 kg não podem utilizá-lo.

Dica extra: remédio natural

No caso de não conseguir evitar e acabar contaminado por esse ácaro, um remédio caseiro e super fácil de se encontrar pode ser uma ótima solução. O gel de babosa, por exemplo, possui propriedades calmantes que diminuem a coceira, além de ajudar a eliminar o ácaro. Basta remover o líquido viscoso do interior da folha, espalhando nas áreas afetadas e deixando agir por 15 minutos. Depois, é só lavar com sabão neutro e pronto! Fazer massagens com azeite de oliva e compressas de fumária também ajudam a acalmar a pele.

ifong / Shutterstock.com

A ajuda de um médico especialista é indispensável! Todavia, uma boa higiene e cuidados diários são ideais para se ver livre de uma provável doença indesejável. Prevenir nunca é demais!

Fonte: Tua Saúde, Minuto Saudável

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: O que pode fazer os dedos coçarem? Veja as causas comuns e seus sintomas


Este artigo é meramente informativo. Não se automedique e, em todos os casos, consulte um profissional de saúde certificado antes de usar qualquer informação apresentada nesta publicação. O conselho editorial não garante nenhum resultado e não assume qualquer responsabilidade por danos que possam resultar da utilização das informações constantes no artigo.

 

Recomendamos