Ao contrário de muitas mulheres, existem alguns casos de lubrificação vaginal excessiva. Entenda

Saúde e Estilo de Vida

July 24, 2018 16:06 By Fabiosa

Muitas mulheres reclamam e citam várias dificuldades em relação ao momento dos encontros sexuais e o consequente, relacionamento com seus parceiros. Por várias questões, a intimidade e o prazer da mulher ainda é um grande tabu nos debates sobre sexualidade no mundo e também no Brasil.

Talvez, por não adquirirem essa cultura e não se informarem direito sobre o prazer feminino, muitos homens não conseguem e não sabem, de fato, dar essa sensação para as mulheres. O que resulta em relações não tão boas assim para o lado feminino da cama e dificuldades em se sentirem estimuladas.

Phat1978/ Shutterstock.com

Porém, também existe, em casos mais raros, mulheres que são o oposto do que relatamos até então. Essas moças, não tem dificuldade alguma em serem lubrificadas, por exemplo. Pelo contrário, muitas delas inclusive, apresentam um quadro chamado "excesso de lubrificação".

Africa Studio/ Shutterstock.com

Teoricamente, isso não é algum problema de saúde. Porém, pode ser o resultado de algum tipo de disfunção que merece ser investigada mais profundamente por um médico. O excesso de lubrificação, faz com que a mulher receba tanto líquido na genitália, que algumas relatam escorrer até mesmo pelas coxas. 

A ida ao médico é importante para que algumas dúvidas sejam sanadas. Primeiro, ter certeza se a moça não tem nenhum tipo de infecção, pois infecções vaginais podem resultar em corrimentos e isso pode estar induzindo à sensação errada. Um outro ponto que pode resultar nessa condição, são as próprias pílulas anticoncepcionais.

Cookie Studio/ Shutterstock.com

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: As oito causas mais comuns do ressecamento vaginal e como evitar o problema

Essa pílulas podem aumentar o nível do hormônio estrogênio no corpo e ele pode resultar nesse acréscimo de lubrificação. Se for algo super fora do normal, esse excesso também pode ser o sinal de uma gravidez. Acontece que, nos primeiros dias de gestação, a vagina também pode apresentar corrimentos causados pela a adaptação do útero e canais vaginais à aquela nova forma.

pathdoc / Shutterstock.com

Essa lubrificação pode ser incômoda para a mulher e para o parceiro, pois sendo de foma excessiva, a sensibilidade nos órgãos dos dois, deve diminuir.  Já que pelo excesso de líquido, a fricção do pênis na vagina decresce e isso resulta em uma menor sensação de prazer.

Existem formas de tentar "burlar" o quadro. Usar camisinha pode ser uma delas, pois o instrumento faz aumentar a fricção para as duas genitálias. O pompoarismo também pode ser uma prática útil para a mulher, já que fortalecerá os músculos da região pélvica e ajudará no encaixe do pênis/vagina. Você também pode tentar posições diferentes e repetir mais vezes aquelas que aumentao contato entre os genitais.

Se for um caso clínico, trate-se. Vá até um ginecologista e cuide de sua saúde. Porém, se isso for algo inerente ao seu organismo, aceite-se assim e até mesmo utilize isso como fonte de prazer para si e para o parceiro. Portanto, relaxe e procure curtir o momento, dando e recebendo satisfação.

Fonte: Mulheres bem resolvidas

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Apenas para mulheres: 5 perguntas embaraçosas e íntimas que você tinha medo de fazer