Produtos perfumados podem ser prejudiciais à região íntim

SAÚDE E ESTILO DE VIDA

Produtos perfumados podem ser prejudiciais à região íntima da mulher

Date 3 de julho de 2018

A higiene íntima da mulher é um assunto que muita gente prefere evitar, mas é preciso saber como cuidar da região para evitar infecções e alergias.

 

Em primeiro lugar devemos ter em mente que qualquer mudança no PH vaginal pode causar corrimento, coceira, mau cheiro e outros sintomas desagradáveis.

 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Candidíase vaginal: causas, sintomas e tratamento

Depois, também é bom saber que a região tem um cheiro característico que muda de mulher para mulher e que tentar disfarçá-lo poderá causar alergias e outras reações prejudiciais à saúde.

 

Os produtos com perfume, como absorventes e até mesmo o papel higiênico com fragrâncias, devem ser evitados já que as substâncias utilizadas para dar o cheiro bom podem causar uma irritação e coceira, que por sua vez, podem gerar  fissuras que são uma porta aberta para infecções.

 

Os papéis higiênicos perfumados, por exemplo, passam por processos químicos que também podem causar alergias e irritações na região íntima.

 

Pelo mesmo motivo, os lenços umedecidos também não devem ser usados diariamente. Além de, em sua maioria, serem prejudiciais ao meio ambiente, o produto pode ser um fator alérgeno para algumas mulheres.

 

O amaciante usado nas peças íntimas é outro produto que contém fragrância e que deve ser evitado porque também pode causar reações alérgicas. 

 

É melhor optar por sabões neutros ou de coco e lembre-se de sempre secar as peças em locais secos e arejados, nada de secar as calcinhas no banheiro.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: 10 dicas sobre a higiene íntima feminina para garantir a saúde da região


Este artigo é meramente informativo. Não se automedique e, em todos os casos, consulte um profissional de saúde certificado antes de usar qualquer informação apresentada nesta publicação. O conselho editorial não garante nenhum resultado e não assume qualquer responsabilidade por danos que possam resultar da utilização das informações constantes no artigo.