Estudo demonstra poder cicatrizante do açúcar

SAÚDE E ESTILO DE VIDA

Estudo demonstra poder cicatrizante do açúcar

Date May 18, 2018 18:00

Moses Murandu nasceu no Zimbábue e quando era criança tinha o costume de passar sal em seus machucados, mas quando sobrava algum dinheiro, seu pai comprava açúcar, que ardia bem menos que o sal.

Desde pequeno, Moses percebia, que além de arder menos, o açúcar parecia ajudar na cicatrização dos ferimentos com mais eficácia.

Anos depois, em 1997, ele foi contratado como enfermeiro para trabalhar no sistema de saúde público do Reino Unido e ficou surpreso ao saber que a substância não era utilizada nos hospitais britânicos.

Cismado em entender por que o açúcar não era utilizado, Moses se dedicou a comprovar cientificamente que a técnica funcionava.

Raihana Asral / Shutterstock.com

 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Mitos e verdades sobre o açúcar

Hoje em dia, o enfermeiro é professor sênior de enfermagem na Universidade de Wolverhampton e finalmente ele conseguiu desenvolver uma pesquisa-piloto sobre a aplicação de açúcar como auxílio na cicatrização de ferimentos.

 

Em março deste ano, Moses foi premiado pelo Journal of Wound Care por seu estudo, que deverá ajudar pessoas não só em países mais pobres como em todo o mundo já que, muitas vezes, as feridas não reagem a tratamentos com antibióticos.

Segundo Moses, a técnica se resume em aplicar açúcar no ferimento e cobrir com um curativo para a umidade seja absorvida e impeça a proliferação de bactérias que prejudicam a cicatrização.

 

Ele conseguiu comprovar a eficácia do tratamento com açúcar em laboratório e tem esperanças de conseguir realizar o seu sonho de que a técnica seja adotada oficialmente em hospitais da Inglaterra e do resto do mundo.

Leonardo da / Shutterstock.com

 

No entanto, Mosses enfrenta a barreira de que as pesquisas sejam, em geral, patrocinadas pela indústria farmacêutica que não tem interesse em bancar estudos de tratamentos com matérias primas que não poderiam ser patenteadas por elas.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Receita Caseira para reconstrução capilar com maisena e açúcar


Este artigo é meramente informativo. Não se automedique e, em todos os casos, consulte um profissional de saúde certificado antes de usar qualquer informação apresentada nesta publicação. O conselho editorial não garante nenhum resultado e não assume qualquer responsabilidade por danos que possam resultar da utilização das informações constantes no artigo.