História dos 'Javalis Selvagens', os garotos que ficaram presos na caverna por mais de 15 dias, ganha mais um capítulo

Saúde e Estilo de Vida

July 24, 2018 22:46 By Fabiosa

Em plena Copa do Mundo, enquanto todo o planeta acompanhava e torcia pelos jogadores em campo, uma notícia desviou a atenção dos jogos da competição e fez com que o mundo inteiro se unisse na torcida por uma outra equipe de futebol.

 

Durante 20 dias, pessoas de todo o mundo acompanharam o dramática história do treinador e dos 13 meninos do Javalis Selvagens, que ficaram presos em uma caverna inundada na Tailândia.

 

No dia 10 de julho, o sofrimento dos meninos e do técnico chegou ao seu fim e depois de passarem um período internados para se recuperarem, todos tiveram alta hospitalar e agora passam por mais uma etapa pós resgate.

 

O técnico e 11 dos meninos passaram por uma cerimônia de limpeza espiritual e foram ordenados noviços em um templo no distrito de Mae Sai, perto da caverna onde ficaram presos. Somente um dos meninos, Adul Sam-on, não participou do ritual porque é católico.

NEWS/THAILAND / Reprodução Al Jazira

 

Ekkapol "Ake" Chantawong, o técnico que teve um papel fundamental na sobrevivência do grupo, realizou sessões de meditação para acalmar as crianças no período em que estiveram na caverna, e foi ordenado monge pela segunda vez.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: O homem por trás da tragédia: qual a verdadeira história do treinador que ficou preso junto com os meninos em caverna da Tailândia?

 

 

Uma publicação compartilhada por NBC News (@nbcnews) em

Todos  tiveram suas cabeças raspadas e passarão 9 dias em diferentes monastérios budistas do país para  meditar, orar e realizarem outros rituais de limpeza tradicionais na Tailândia após episódios de adversidade.

No país, o número de dias, nove, representa sorte e, além das orações, meditação e limpeza, o grupo irá honrar, mais uma vez, o mergulhador tailandês Saman Gunan, que perdeu a vida durante o resgate.

 

E assim, a história dos “Javalis Selvagens” vai chegando ao seu fim com mais uma prova de amor, resiliência e gratidão.

Fonte: Al Jazira

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: A vitória dos Javalis Selvagens! 4 dias após o resgate da caverna na Tailândia, meninos ficaram sabendo da morte do mergulhador e a reação deles foi de cair o queixo