Jovem de 22 anos que pensava estar com anemia é surpreendida com diagnóstico de câncer

A jovem Shannon Vicent, de 22 anos, teve uma surpresa e tanto ao ir ao médico recentemente. Shannon estava sofrendo com fortes dores de cabeça, falta de ar e batimentos cardíacos acelerados. Ela acreditava que não passava de uma anemia, mas acabou sendo surpreendida com um diagnóstico mais grave: câncer.


Ela afirma que foi à médica numa sexta-feira com os sintomas, e a profissional indicou que ela fizesse vários exames o mais rápido possível, por acreditar que poderia se tratar de um coágulo sanguíneo. Depois de passar por exames de sangue, raio-x do tórax e outros, alguns médicos chegaram a afirmar que não havia nada de errado, podendo ser apenas um caso de anemia.

 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Guerreira! Após diagnóstico de câncer, Ana Furtado realiza primeira sessão de quimioterapia: “Fé, esperança e coragem revigoradas”

Mas ao mostrar os exames para um especialista, o médico afirmou que provavelmente Shannon tinha leucemia. Ao saber do diagnóstico, a jovem disse que ficou em choque: “Eu senti como se minha cabeça fosse explodir. Câncer? Eu? Eu sou muito nova!”.


Logo após o diagnóstico, ela teve que ficar internada por tempo indeterminado no hospital, e confessa que ficou assustada, pois nunca havia passado por isso e sempre teve problemas de ansiedade. Em pouco tempo, ela passou por testes de medula óssea, que identificaram o tipo de leucemia que ela tinha: leucemia linfoblástica aguda. Apesar de raro, é o mais comum entre crianças e adolescentes.


Shannon então decidiu encarar de frente o problema e optou por cortar logo os cabelos. Com o visual despojado, a jovem deixou seus fios coloridos bem curtinhos e declarou que foi algo que sempre quis fazer e aproveitou o momento, já que provavelmente perderá alguns fios com o tratamento de quimioterapia.

“Foi libertador. Foi o melhor dia que eu já tive desde o diagnóstico“, revela.


Apesar do visual mais rebelde, ela afirma nunca ter bebido ou fumado e que está assustada com a quimio, mas conta com o apoio de amigos e parentes que estão ao seu lado todos os dias.

Ela quer aproveitar a sua história para alertar outros jovens, pois o câncer não discrimina: “Eu só quero que mais pessoas prestem atenção aos seus corpos já que isso pode acontecer com qualquer um”, ressalta.

Fonte: MSN

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: “Tchau, câncer!”: emocionada, irmã do jogador Alexandre Pato anuncia que está curada!

Recomendamos