Denominador comum: pesquisadores tentam entender a relação

SAÚDE E ESTILO DE VIDA

Denominador comum: pesquisadores tentam entender a relação entre as doenças crônicas e obesidade

Date August 3, 2018 15:04

A obesidade é um problema que atinge o mundo todo. Segundo a Organização Mundial de Saúde, o número de pessoas obesas quase duplicou entre 1980 e 2008, declarando que a obesidade virou um “epidemia global”. O mal já atinge 39% da população adulta e 18% das crianças e adolescentes entre 5 e 18 anos. 

kurhan / Shutterstock.com

Estatísticas demonstram que a obesidade é a segunda maior causa de morte no mundo, atrás somente do tabagismo. Como sabemos, estar acima do peso pode deixar a pessoa mais propensa a desenvolver doenças cardiovasculares e diabetes.

As inflamações que são causadas pela obesidade

Uma pesquisa vem sendo desenvolvida pela Escola de Medicina da Universidade da Virgínia, nos EUA, que estuda a relação entre as inflamações prejudiciais causadas pela obesidade e as doenças crônicas.

India Picture / Shutterstock.com

Os pesquisadores descobriram porque células imunes benéficas do tecido adiposo se tornam danosas quando o paciente está com quilinhos a mais causando as temidas inflamações. Quando os lipídios são atacados por radicais livres prejudiciais, eles começam a causar essas inflamações, resultando num processo chamado de “oxidação lipídica”.

pixelheadphoto digitalskillet / Shutterstock.com

Alguns lipídios oxidados longos reprogramavam as células imunológicas e causavam inflamações crônicas, mas também alguns desses lipídios mais curtos funcionavam como “protetores”, tornando o tecido saudável, para a surpresa dos cientistas que esperavam que os lipídios oxidados trabalhassem apenas como “vilões”.

“Quando comparamos tecido saudável e obeso, o que parece mudar é a proporção de lipídios oxidados de comprimento total e truncados”, afirmou o pesquisador Vlad Serbulea.

khomkrit sangkatechon / Shutterstock.com

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Estudo indica que Brasil terá terá 11,3 milhões de crianças obesas em 2025

Um grande passo para o tratamento

Com essa descoberta, torna-se mais fácil desenvolver um medicamento, bloqueando a ação dos lipídios oxidados longos.

Leitinger, do Centro de Pesquisa Cardiovascular Robert M Burne, da UVA, explica que identificadas essas moléculas “más”, conseguir eliminá-las da circulação será um grande passo para o combate às doenças crônicas. Já sobre os fosfolipídeos benéficos curtos ele declara:

Montri Thipsorn / Shutterstock.com

“A inflamação é importante para as defesas do seu corpo, então você não quer eliminá-la completamente. É uma questão de encontrar o equilíbrio certo”.

Para Serbulea, mostrar que o metabolismo nas células do sistema imunológico é importante por apontá-lo como um alvo explorável em relação a obesidade

A luta contra a balança

Para ser combatido é preciso entender as múltiplas causas que levam ao excesso de peso, que podem ser de origem biológica, econômica, sociológica, psicológica e assim por diante. Em uma dessas tentativas de diminuir a incidência da obesidade, uma equipe de pesquisadores da Universidade de Liverpool chegaram a conclusão que reduzir a quantidade do alimento nas embalagens podem incentivar as pessoas a comerem menos.

saltodemata / Shutterstock.com

Eric Robinson, do Instituto de Psicologia da universidade acredita que se o tamanho dos alimentos comercializados forem reduzidos, essas porções menores levariam o consumidor a pensar que esse é o tamanho normal da comida:

l i g h t p o e t / Shutterstock.com

“Já se sugeriu anteriormente que encolher o tamanho das porções de industrializados pode ser uma estratégia para reduzir o consumo excessivo de alimentos e, consequentemente, a obesidade em nível populacional”, conclui Robinson.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Perigo! Estas são as cinco doenças relacionadas ao sobrepeso


Este artigo é meramente informativo. Não se automedique e, em todos os casos, consulte um profissional de saúde certificado antes de usar qualquer informação apresentada nesta publicação. O conselho editorial não garante nenhum resultado e não assume qualquer responsabilidade por danos que possam resultar da utilização das informações constantes no artigo.