Da hipertensão aos problemas cardíacos! Entenda como consu

SAÚDE E ESTILO DE VIDA

Da hipertensão aos problemas cardíacos! Entenda como consumir muito sódio pode prejudicar a saúde do seu filho

Date August 6, 2018 14:40

O sal é um ingrediente coringa na cozinha. Presente em quase todas as refeições, inclusive em sobremesas doces, ele é responsável por ressaltar o sabor dos alimentos e aumentar a durabilidade dos perecíveis. No entanto, quando o consumimos em excesso, podem haver consequências desastrosas, especialmente durante a infância.

De acordo com dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em parceria com o Ministério da Saúde, uma em cada três crianças está acima do peso recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

A pesquisa é de 2009 e mostra que, em comparação com o último estudo, feito em 1974, os números triplicaram! Passando de 9,7% para 33,5%.   

Se continuar assim, a próxima estimativa é de que em 2025 existam 75 milhões de crianças obesas no mundo todo.

Além das razões óbvias, o abuso do sal pode causar alguns problemas para os pequenos. Na lista estão:

  • Osteoporose
  • Problemas cardíacos
  • Hipertensão
  • Retenção de líquidos
  • Pedra nos rins

Por isso, é preciso estar atento à recomendação do Ministério da Saúde, e ingerir somente 2 mil miligramas de sódio por dia, o que corresponde a cinco daqueles pacotinhos que encontramos em restaurantes.

VasiliyBudarin / Shutterstock.com

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Qual a quantidade de sal devemos utilizar diariamente?

Felizmente, nosso corpo demonstra sinais de que tem algo errado. E com as crianças, isso não é diferente. Se você for atenta aos hábitos dos seus filhos, logo vai perceber que os sintomas que indicam um abuso do sal. Confira os principais deles:

Sede

Purino / Shutterstock.com

Se você perceber que seu filho está com muita sede sem explicações óbvias, como clima quente ou prática de exercícios, é hora de prestar atenção se ele não está exagerando no sal. Para fazer isso, você precisa levar em consideração todos os alimentos que ele come diariamente - isto é, refeições em casa e na escola, alimentos processados ​​e lanches, além das bebidas.

Torcer o nariz para comidas que não têm sal

Não há como negar, o sal torna a comida muito mais saborosa. Então, se seu filho sempre preferir um saco de batatas fritas do que um pedaço de cenoura, é sinal de que tem alguma coisa errada e hora de começar a investir em outros temperos, como diferentes ervas e especiarias. Além disso, é legal ir na escola do seu filho para garantir que refeições com baixo teor de sódio são prioridade no cardápio.

Pressão alta

Sete por cento das crianças entre os 3 e os 18 anos têm pré-hipertensão ou hipertensão, de acordo com um estudo publicado no American Family Physician. O problema é que, muitas vezes, a hipertensão em crianças é silenciosa. O que significa que ela pode não sentir sintomas e você não identificar os sinais. À medida que a pressão arterial aumenta, os vasos sanguíneos arteriais aumentam de espessura, deixando o cenário mais propício para doenças cardiovasculares, por exemplo.

forma82 / Shutterstock.com

Para evitar isso, a recomendação é realizar exames de pressão arterial anuais, começando desde quando a criança completar 3 anos de idade.

Urina escura e muito amarelada

Calma! Existem muitas razões para que a urina de uma criança se torne amarelo escuro. No entanto,  uma delas é a ingestão excessiva de sal.

Doro Guzenda / Shutterstock.com

Se você não tem certeza se o xixi do seu filho se encaixa na descrição, pode fazer um exame de urina para verificar.

Alimentos embalados

A maioria dos alimentos embalados e processados ​​têm alto teor de sódio. Por isso, é melhor evitá-los. Quando for preparar o lanche do seu filho, por exemplo, substitua esses alimentos por opções mais saudáveis, como pipoca caseira, frutas e vegetais. Para variar, sirva vegetais com diferentes molhos, formas e métodos de cozimento.

Ganhar muito peso sem comer doces ou gorduras

Pais tendem a se preocupar muito com o consumo excessivo de doces e gorduras, associando esta como uma das principais causas da obesidade, mas estudos mostram que o ganho de peso também ocorre quando há aumento da ingestão de sal.

Além de controlar o açúcar e alimentos gordurosos, a indicação médica é que os pais monitorem, também, alimentos processados ​​salgados e com alto teor de sódio, a fim de manter a ingestão de sódio da criança dentro da faixa recomendada para sua idade.

Comer fora com frequência

Às vezes, não tem nada melhor que pegar a família toda e sair para comer fora, mas se esse hábito for frequente, pode causar problemas, principalmente se você adora correr para o McDonald’s mais próximo. Para não prejudicar a saúde do seu filho e a de toda família, isso não pode ocorrer mais do que uma vez a cada duas semanas.

Ainda assim, você pode ter que dar uma de chata e pedir para ver as informações nutricionais antes de fazer o pedido.

Você come muito sal

runzelkorn / Shutterstock.com

Faça o que eu digo, não faça o que eu faço! Ninguém vai te crucificar por colocar um pouquinho de sal na comida, mas se você gosta de comer alimentos processados ​​e salgados, vai ser difícil evitar que seu filho adquira esse péssimo hábito.

Nos adultos

Assim como nas crianças, nosso corpo também nos dá sinal de nosso consumo de sal está muito acima do esperado. Além de hipertensão e sede, existem outros sintomas, como:

  • Inchaços: marcas dos sapatos nos pés e anéis mais apertados são sinal de edema, ‘inchaço’ que ocorre quando há uma mudança radical nos hábitos alimentares;
  • Dor nos ossos: a perda de cálcio enfraquece os ossos e causa dores e até problemas nos dentes;
  • Dores de cabeça que não passam: a hipertensão ou problemas arteriais ocorrem, justamente, por causa das dores de cabeça que o alto consumo de sódio gera. Isso porque o volume de sangue aumenta e expande nossos vasos sanguíneos.

Maksim Fesenko/Shutterstock.com

  • Cãibras: uma alimentação balanceada significa que os níveis de potássio e sódio estão equilibrados. Quando isso não acontece, o corpo se manifesta com cãibras e dores musculares;
  • Problemas cognitivos: as artérias que conduzem sangue ao cérebro também podem ser comprometidas, afetando diretamente a capacidade de raciocinar com clareza. É comum também que haja dificuldade de concentração devido a esse fator.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: O sal é bastante nocivo à saúde, mas esses outros alimentos são tão ruins quanto