Famosa tatuadora gera polêmica na internet ao dizer que não irá vacinar o seu filho

Saúde e Estilo de Vida

June 12, 2018 17:10 By Fabiosa

Kat Von D é uma tatuadora famosa nos Estados Unidos e no mundo. Popular por tatuar várias celebridades, Kat também é bastante conhecida por ter participado de diferentes reality shows sobre tatuagem.

Sempre polêmica e com um estilo de vida bastante diferente do resto da sociedade, Kat gerou alvoroço na internet ao afirmar que não irá vacinar seu primeiro filho com o músico Leafar Seyer.

 

Ela utilizou seu perfil do Instagram para divulgar a notícia e disse que a decisão é extremamente pessoal. Em um textão, Kat explicou que apesar das críticas, não irá mudar de opinião.

“Se você não sabe o que é ser julgada, tente ser uma grávida vegana que quer ter um parto domiciliar com uma doula e que tem a intenção de criar seu filho vegano e sem vacinas. Meu ponto é: eu já sei o que é fazer escolhas que não são as mesmas da maioria. Então, o seu comentário negativo não vai influenciar minhas escolhas”, disse ela.

 

O problema é que a decisão "extremamente pessoal" não afeta somente a tatuadora e sua família e alguns internautas não gostaram nada da ideia de Kat.

 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Seis crenças populares sobre a vacinação das crianças que devem ser erradicadas por completo

Segundo eles, a atitude da tatuadora coloca em risco a vida de outras crianças que irão conviver com seu filho e faz com que doenças erradicadas voltem a atingir toda a população.

 

"Doenças que quase não existiam mais estão voltando porque muitos pais não vacinam seus filhos. O sarampo voltou por causa disso!", disse um seguidor de Kat na rede social.

 

As críticas não pararam por aí, já que pessoas como Kat que decidem não vacinar seus filhos, apenas jogam a responsabilidade para outros pais.

 

“Então, basicamente você irá contar com a imunidade do meu filho e dos filhos dos outros para proteger o seu. Esta atitude é egoísta e perigosa”, disse uma mãe na postagem de Kat.

 

O número de pais que decidem não vacinar seus filhos vem crescendo, principalmente nos Estados Undios, e segundo os especialistas a atitude é extremamente perigosa não somente por colocar as crianças em risco, mas por aumentar o risco de pandemias de doenças já erradicadas.

Fonte: Bebê e Mamãe

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Farmácias têm permissão da Anvisa para aplicação de vacinas