A dúvida que não quer calar: será que pode reutilizar o óleo para fritar alimentos?

Dicas

August 28, 2018 15:03 By Fabiosa

Vamos assumir: todo mundo adora aquela friturinha, não é mesmo? Não é das coisas mais saudáveis do mundo, mas a verdade é que todos gostam e, de vez em quando, não faz a mal a ninguém, desde que os excessos sejam evitados. E fritar alimentos é algo super comum no nosso dia a dia na cozinha.

Suchalinee / Shutterstock.com


Porém, para quem costuma se utilizar desse método culinário, sempre existe aquela dúvida que não quer calar: será que posso reutilizar o óleo para fritar alimentos? A resposta, para alegria de muitos, é sim! Mas nada de se animar antes da hora, pois existem alguns “poréns”. Para tirar essas e outras dúvidas sobre como reutilizar o óleo de cozinha, separamos algumas dicas que podem ser muito úteis.

George Rudy / Shutterstock.com

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Chega de panelas e tabuleiros com aquelas crostas no fundo! Aprenda 5 receitas caseiras de limpeza

O melhor óleo é o já utilizado

Você já deve ter ouvido falar que o melhor óleo é aquele que já foi utilizado algumas vezes, pois acaba “incorporando” o sabor dos outros alimentos fritos. Isso tem um fundo de verdade, pois o óleo já utilizado acaba se “abrindo” um pouco mais e perdendo sua capacidade hidrofóbica (de não se misturar com água). Com isso, aos poucos, ele entrará em contato mais próximo com o alimento e fritará de maneira mais eficiente. Porém, depois de algumas reutilizadas, ele vai perdendo toda a eficiência e vai tornar o alimento gorduroso e sem crocância.

DenisProduction.com / Shutterstock.com

Quantas vezes o óleo pode ser reutilizado?

O ideal é reutilizá-lo um número limitado de vezes, mas esse número não é exato e pode variar de acordo com o alimento, com a temperatura e até com o tipo de óleo utilizado. Batatas e vegetais, por exemplo, por terem pouca gordura, não afetam tanto o óleo e, por isso, ele pode ser reutilizado entre três a quatro vezes. Se armazenado da maneira correta, pode durar até sete meses.

Jonathan Vasata / Shutterstock.com

Óleos refinados podem ser utilizados em temperaturas mais altas e, ainda assim, serem conservados por mais tempo. Além disso, a maneira de armazená-los também influencia, pois eles devem ser deixados longe de umidade, luz e calor.

 

Como você descarta seu óleo de cozinha usado? Ele pode ser extremamente agressivo para o meio ambiente! 🌎 🙊 Quando você joga o óleo de cozinha usado pela pia ou pelo ralo, há uma grande probabilidade de você estar entupindo seu cano ou encanamentos próximos. Além disso, se o esgoto da sua casa não é tratado, o óleo usado vai direto para cursos hídricos, onde irá diminuir a presença de oxigênio na água e, consequentemente, afogar os peixes e outros seres que lá vivem. . Acredite: 50 mg de óleo provocam a poluição de mais de 25 mil litros de água. Por isso, nunca jogue óleo de cozinha usado pela pia ou ralo! 😱 . O ideal é reclicar o óleo de cozinha, que pode ser transformado em sabão, biodiesel, tinta a base de óleo e outras coisas. É só armazená-lo em uma garrafa PET mesmo e descartá-lo em um ponto de coleta 😉 . . #oneglass #suavidamelhor #amovidro #amosaude #saude #menosplastico #planeta #reciclagem #oleodecozinha #coleta #logisticareversa #consumoconsciente #thinkgreen #zerowaste #lixozero

Uma publicação compartilhada por OneGlass (@oneglassoficial) em

Quando o óleo não pode mais ser utilizado

Alguns sinais podem ser observados no óleo indicam que ele não está mais apto a ser reaproveitado. Um deles é a quantidade de bolhas que se formam durante a fritura. Quando as bolhas são excessivas, é um sinal de que o óleo já deu o que tinha que dar. Outro fator é o sabor dos alimentos, que é afetado com o óleo é de baixa qualidade.

Daxiao Productions / Shutterstock.com

Como prolongar o uso do óleo de cozinha

Existem algumas maneiras que podem ajudar a conservar o seu óleo por mais tempo. Uma delas é a forma como você armazena o líquido após o uso. Primeiramente, os resíduos da fritura anterior devem ser retirados e o óleo deve esfriar antes de colocá-lo no recipiente. Além disso, prefira sempre armazená-lo em frascos separados, para não misturar os tipos de alimentos.

Depois de utilizar o produto o máximo que você puder, lembre-se de descartá-lo da maneira correta. Não se deve jogar óleo direto na rede de esgoto, pois ele prejuda o meio ambiente e ainda entope as tubulações. A dica é levar o produto para os postos de coleta da sua cidade, pois o óleo pode ser reciclado. Ele serve de matéria-prima para fabricação de tintas, sabão, detergente e até combustível, como biodiesel. Procure o posto de coleta mais próximo e faça a sua parte! 

Fonte: Serious Eats, Notícias ao Minuto, Pontos Cardeais

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Descubra qual é melhor maneira de cozinhar os alimentos sem perder o valor nutritivo