7 dicas que podem ajudar a melhorar o relacionamento e a vida sexual após a maternidade

Dicas

May 17, 2018 14:07 By Fabiosa

A espera de um bebê é sempre um momento de felicidade para um casal e a gestação muitas vezes é repleta de expectativas, alegrias e de preparativos para a chegada do novo membro.

Uber Images / Shutterstock.co

Muitas mulheres, quando chegam ao finalzinho da gravidez podem sentir incômodo com a barriga e além da curiosidade em ver logo o rostinho de seu bebê, mal podem esperar estar sem a barriga para sentirem mais conforto no momento a dois.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Parece história de novela, mas é vida real! Bebês foram trocados na maternidade no Mato Grosso

Então, o bebê nasce, o casal assume o papel de pais e concentra toda a energia no cuidado e na rotina com o bebê. A partir daí, como fica o relacionamento e a vida sexual deste casal?

 

 

Uma publicação compartilhada por 📷 Diogo Henrique™ (@diogohenrique_fotografias) em

Muitas pessoas relatam dificuldades em retomar a privacidade e esquentar a relação depois dessa nova realidade e muitos casais infelizmente acabam se separando depois desse período.

O cansaço, o excesso de preocupações, de responsabilidades, as mudanças hormonais e até mesmo as crenças e conceitos sobre maternidade podem influenciar na qualidade do relacionamento entre esse casal.

Mesmo assim, existem inúmeros casais que passam por esse período sem grandes percalços. Para isso, basta um pouco de jogo de cintura. Algumas dicas podem ajudar:

1. Paciência: não espere que a vida entre o casal sejá como antigamente assim que o bebê nascer. É uma fase de adaptação, que requer tempo e flexibilidade.

2. Equilíbrio: algumas pessoas costumam se doar 100% ao relacionamento. Da mesma forma, algumas mulheres costumam viver 100% a maternidade. Neste caso, tente avaliar se há um equilíbrio entre esses dois aspectos.

3. Autoestima: evite se colocar para baixo por conta do corpo pós-gravidez. Respeite o tempo do seu corpo e as mudanças que chegaram após a gravidez. Lembre-se que a sensualidade, a criatividade, o poder pessoal e a autoestima vão muito além de um corpo perfeito. Não deixe de se arrumar e se valorizar assim como você é. Se ame e se libere.

4. Avalie suas crenças: muitas mulheres carregam crenças inconscientes que podem ser conceituais ou religiosas que se referem à pureza da maternidade. Reavalie se isso pode estar atrapalhando a sua vida sexual.​​​​​​​

5. Tempo: por mais difícil que seja driblar a rotina de cuidar do bebê, da casa e muitas vezes conciliar com a vida profissional, inclua o seu relacionamento na lista de prioridades e assim como as outras atividades, reserve um tempo para dois.

6. Lute contra o cansaço: depois de um dia longo e que finalmente a criança foi dormir, é natural que o esgotamento físico e mental possa te dominar. Mas ao invés de dormir, busque alternativas que podem ser até mais relaxantes. Tomar um banho gostoso e curtir o momento com seu parceiro pode ser muito mais revigorante.

 

 

Uma publicação compartilhada por Sobre Maternidade (@sobre_maternidade) em

7. Detalhes: as preliminares não começam apenas entre quatro paredes e a intimidade e o amor podem ser muito mais estimulantes quando expressados também em pequenas doses, ao longo do dia, com ações simples e valiosas, como uma mensagem, um carinho, um toque, um abraço.

E para os papais, as dicas também incluem tratar a mulher com paciência, compreensão e delicadeza. Dividir as responsabilidades pode ser um grande afrodisíaco natural.

Fonte: Jovem Pan FM

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Famosas desmistificam a perfeição e o romantismo da maternidade


O material deste artigo é destinado apenas a fins informativos e não substitui o conselho de um especialista devidamente habilitado.